Soroepidemiologia de Neospora caninum em cães de área urbana no município de Porto Alegre-RS

Mariana Caetano Caetano Teixeira, Flávio Antônio Pacheco de Araujo, Rachel Galon da Silva, Neusa Saltiel Stobb

Resumo


Neospora caninum é um protozoário do filo Apicomplexa que causa infecções associadas com aborto, mortalidade neonatal e alterações neurológicas em várias espécies animais. Este estudo, conduzido na área urbana do município de Porto Alegre, Rio Grande do Sul, teve como objetivos: verificar a prevalência de anticorpos classe IgG para N. caninum em cães através da técnica de imunofluorescência indireta (RIFI) e avaliar os fatores de risco relacionados com o manejo e características individuais dos animais, através de questionário epidemiológico. Foram constituídos três grupos de cães: domiciliados (n= 145); errantes (n= 70) e de criatórios comerciais (n=45). A frequência de anticorpos total foi 13,84% (36/260) e entre os grupos foi de 15,8% para domiciliados, 17,1% para errantes e 2,2% para cães de criatório comerciais. Os títulos sorológicos observados variaram de 50 (44%) a 3200 (3%). Observou-se associação entre a soropositividade e os fatores alimentação (p<0.001) e origem dos cães. Este estudo demonstra que o N. caninum está presente em cães da área urbana de Porto Alegre, necessitando de mais estudos nessa população para esclarecer de forma mais detalhada os fatores de risco associados a este protozoário.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Ciência Veterinária - RBCV