Utilização de diferentes meios de ressuspensão para o sêmen do varrão após descongelação

Ricardo Toniolli, Michelle Costa e Silva, Roberta Nogueira Chaves

Resumo


A pesquisa brasileira com sêmen congelado em suínos é recente e apesar de bons níveis de eficiência, ainda não conseguiuobter resultados economicamente viáveis. Este trabalho teve por objetivo testar diferentes diluentes para a ressuspensãodo sêmen após descongelação. Três machos foram coletados, em recipiente de 500 mL coberto por gaze para separaçãoda parte gelatinosa e protegido por envoltório térmico. Cada amostra continha 112 x106 sptz/mL para as análises in vitro. Atécnica de Paquignon foi utilizada para a congelação do sêmen. Após a descongelação, a 37oC durante 30 segundos, oconteúdo de cada palheta foi ressuspenso: 1) Beltsville Thawing Solution (BTS – controle); 2) BTS + ácido 3-indol acético (IAA= 10 ng/mL); 3) Androhep (ADH) e 4) Água de coco (COCO) + antibiótico. Foram avaliadas em microscopia óptica a motilidadee vigor espermático após cinco minutos e duas horas de incubação a 37oC. Foram feitos esfregaços de sêmen aos 5minutos de incubação para avaliação da morfológia do acrossoma, de acordo com a seguinte classificação: normal (NAR);em processo de perda (PAR); sem acrossoma (SAR); com defeito (DAR); com edema (EAR). Foi utilizado o teste de MannWhitney através do General Linear Models do programa Statistical Analysis System (SAS 6.03, 1988) a 5% (p<0,05). Osdiluentes BTS e IAA obtiveram os melhores resultados de vigor (2,2 e 2,1, respectivamente) e motilidade espermática (41,9e 6,5%, respectivamente). As análises morfológicas indicaram o ADHP e o IAA com os melhores resultados de NAR (65,7 e59,5%, respectivamente).

Palavras-chave


congelação, sêmen, suíno, diluente

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Ciência Veterinária - RBCV