Esporotricose em gatos portadores do vírus da leucemia felina

Lorena Leonardo Souza, Márcia de Oliveira Nobre, Érica Silveira, Dilmara Reichak, Patrícia Nascente, Mário Carlos Araújo Meireles

Resumo


A esporotricose é uma micose subcutânea resultante da inoculação do fungo Sporothrix schenckii na pele e tecido subcutâneo.Micoses como a esporotricose podem comportar-se de forma oportunista em indivíduos imunossuprimidos. O presentetrabalho teve como objetivo relacionar esporotricose e vírus da leucemia felina (FeLV) em 18 gatos, de um total de 90, criadosem ambiente úmido, cercado por vegetação e pouca incidência solar. Para o diagnóstico micológico foram colhidos fragmentose exsudato das lesões e para o diagnóstico da FeLV, pela técnica de imunofluorescência indireta, colheu-se sangue. A FeLVfoi pesquisada em 18 gatos com esporotricose. Quatro animais (22,2%) foram diagnosticados FeLV positivo, demonstrandoque há relação entre o animal portador de um vírus imunossupressor e o desenvolvimento da esporotricose, em conseqüência,principalmente, do contato contínuo e insalubre entre animais sadios e doente.

Palavras-chave


esporotricose, Sporothrix schenckii, gatos, FeLV

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Ciência Veterinária - RBCV