Avaliação de fungos predadores de nematóides do gênero Monacrosporium sobre larvas infectantes de Haemonchus contortus de caprinos

Rafaela Carolina Lopes Assis, Jackson Victor de Araújo, Jefferson Rodrigues Gandra, Artur Kanadani Campos

Resumo


Fungos nematófagos têm sido considerados como uma alternativa promissora para o controle biológico de nematóidesgastrintestinais de ruminantes, dentre eles o gênero Monacrosporium. Dois isolados de fungos predadores de nematóides, M.sinense SF 470 e M. appendiculatum CGI foram testados quanto a capacidade de passagem através do trato gastrintestinal decaprinos sem perda da capacidade predatória sobre larvas infectantes(L3) de Haemonchus contortus de caprinos. Trêscaprinos da raça Saneen, de quatro meses de idade e do sexo masculino, foram inoculados com 5000 L3 de H. contortus. Cemgramas de pellets contendo os isolados fúngicos M. sinense SF 470 e M. appendiculatum CGI foram administrados a doisanimais, por via oral, em separado. O controle foi constituído por um animal que recebeu 100 gramas de pellets sem apresença de isolados fúngicos. Amostras fecais foram coletadas às 12, 18, 24, 48, 72 e 96 horas após os tratamentos e foramalocadas em placas de Petri e coproculturas e incubadas a 25ºC, por 15 dias. Houve redução significativa (p<0,05) no númerode larvas recuperadas após os tratamentos dos animais com os isolados fúngicos em relação ao animal controle, que foiaproximadamente de 60%. De acordo com os resultados, pode-se afirmar a viabilidade dos fungos M. sinense e M.appendiculatum na passagem pelo trato gastrintestinal de caprinos sem perda de capacidade em predar L3 de H. contortusde caprinos.

Palavras-chave


fungos nematófagos, Monacrosporium, Haemonchus contortus, controle biológico, caprinos

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Ciência Veterinária - RBCV