Homeopatia e dermatoses por lambedura: estudo clínico

Ana Regina Torro, Carlos Eduardo Larsson, Leoni Villano Bonamin

Resumo


Foi realizado estudo clínico do atendimento de 56 cães e 21 gatos com diagnóstico de dermatose por lambedura, tratadoshomeopaticamente, no período de 1995 a 1999, no Serviço de Dermatologia do Departamento de Clínica Médica da FMVZ -USP, a fim de se caracterizar o perfil psicossomático destes animais. A caracterização epidemiológica e comportamentalrevelou como principais características o porte dos cães (a maioria acima de vinte quilos), e a intensa necessidade decompanhia humana e de afagos. Ao contrário do disposto na literatura, a limitação de espaço não foi uma variável significativana ocorrência da doença. Houve sucesso com o protocolo terapêutico homeopático adotado, pois se obteve total cicatrizaçãoe recobrimento piloso completo das áreas lesadas em 74% dos caninos e 89% dos felinos. Os medicamentos homeopáticosprescritos com maior freqüência foram Pulsatilla e Lachesis para os cães e Arsenicum e Phosphorus para os gatos, de acordocom as características avaliadas.

Palavras-chave


dermatose por lambedura, homeopatia, cães, gatos

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Ciência Veterinária - RBCV