Efeito do número de larvas de Boophilus microplus {Can., 1887} {Acari: lxodidae) sobre a recuperação de fêmeas ingurgitadas em coelhos

Cláudia Lúcia Guimarães Silva, Daisy Wilwerth Cunha, Erik Daemon, João Luiz Horácio Faccini

Resumo


Avaliou-se o efeito da variação do número de larvas esua relação com a produção final de fêmeas ingurgitadas.Para as infestações, foram utilizadas alíquotas de 2,5; 5,0;1 0,0; 20,0; 40,0; 80,0 e 160,0 mg de ovos, correspondentesa 50, 100, 200, 400, 800, 1600 e 3200 larvas de Boophilus microp/us por coelho, com três repetições portratamento.A melhor produção de fêmeas foi obtida com infestaçãode 800 larvas, com 130 fêmeas ingurgitadas recuperadas.Destas, 74,62% realizaram oviposição. O percentualde eclosão das larvas nesta alíquota foi 96,65%. O índicede eficiência reprodutiva e o índice de eficiência nutricionalpara esta alíquota foram, respectivamente, 29,1 O% e50,32%. Ressaltou-se que o coelho pode ser usado comohospedeiro para B. microp/us quando um grande númerode fêmeas não for necessário.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Ciência Veterinária - RBCV