Influência do óxido nitroso na anestesia pela associação tiletamina-zolazepam, em cães

Regina Bueno, Luiz Gonzaga Pompermayer, Fernanda Antunes, Almir Pereira Souza

Resumo


Visando avaliar a influência do óxido .nitroso na anestesia pela associação tiletamina-zolazepam (T-Z), foram utilizadas 24cadelas, distribuídas aleatoriamente em dois grupos (G1 e G2), nas quais a ovário-histerectomia foi executada. Todos osanimais foram pré-tratados com 1 ,O mg/kg de levomepromazina por via IV e após 15 minutos receberam 2,0 mg/kg daassociação T-Z, pela mesma via, como indução anestésica. Nos animais do G1, a anestesia foi mantida por reaplicaçõessucessivas T-Z na dose de 1 ,O mg/kg, via IV, sempre que necessário; enquanto no G2, os animais receberam 70% de óxidonitroso e 30% de 0 2 , além dàs reaplicações de T-Z. O período anestésico foi de 60 minutos. A análise das variáveis fisiológicase clínicas obtidas mostrou que a adição do óxido nitroso no G2 não foi capaz de reduzir a dose da associação T-Z necessáriaà manutenção da anestesia, permitindo concluir que seu uso como complemento da anestesia pela associação T-Z, nãooferece vantagens apreciáveis, em cães.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Ciência Veterinária - RBCV