Aspectos clínicos e cirúrgicos da mandibulectomia e maxilectomia no tratamento de patologias orais em cães (Canis familiaris)

Rosana Pinheiro Botelho, Marta Fernanda Albuquerque Silva, Luciana Gonçalves Pinto, Adelaide Menezes Magalhães, Alexandre José Alves Lopes, Fernando Carteiro

Resumo


Doze cães provenientes do atendimento ambulatorial do Hospital Veterinário do Instituto de Veterinária da UniversidadeFederal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ), foram submetidos a procedimentos de mandibulectomias e/ou maxilectomias totaisou parciais, como forma de resolução de patologias preexistentes na cavidade oral, a saber: fraturas em quatro animais,neoformações mandibulares em seis, e neoplasia maxilar em dois. Os resultados foram avaliados de acordo com osparâmetros de preservação da capacidade de preensão e mastigação, bem como do recolhimento normal da língua. Todos osanimais foram capazes de retornar à ingestão de água, após a recuperação anestésica, à alimentação pastosa, em 24 horas,e à ração sólida, dez dias após a cirurgia. Desta forma, constatou-se a melhora da qualidade de vida dos animaisostectomizados, justificando-se a indicação de tais técnicas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Ciência Veterinária - RBCV