Hipnozoítas de Cystoisopora Ohioensis (DUBEY, 1975) FRENKEL, 1977 (Apicomplexa: Cystoisosporinae) em frangos

Fabiana Valadão Massad, Francisco Carlos Rodrigues Oliveira, George Rego Albuquerque, Carlos Wilson Gomes Lopes

Resumo


O presente estudo teve como objetivo determinar a presença de hipnozoítas nas vísceras de frangos. Para tanto foramutilizados 1 O pintos de um dia. Estes animais foram divididos em dois grupos, um controle e um infectado, cada qual contendocinco pintos. Aos animais do grupo infectado foi administrado por via oral um inóculo contendo 1 O' oocistos esporulados de C.ohioensis e aos animais do grupo controle administrou-se somente solução salina 0,9%. No 35° dia após infecção foramsacrificados cinco animais de cada grupo, retirando-se baço e fígado sendo estes, submetidos à técnica de digestão péptica.Foram encontrados hipnozoítas em ambos os órgãos, sendo as médias do diâmetro maior e menor no baço e no fígado,respectivamente, 22,89 ± 3,31 por 8,60 ± 1 ,09 J.!.m e 23,57 ± 2,57 por 8,09 ± 1 ,00 J.l.m, concluindo-se que o frango também podealbergar hipnozoítas de C. ohioensis em suas vísceras.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Ciência Veterinária - RBCV