Soroprevalência de brucelose canina no município do Rio de Janeiro pelo método de lmunodifusão em Gel Agarose

Carla Dray Marassi, lsmar Araújo Moraes, Walter Lilenbaum

Resumo


Foi feita a pesquisa de anticorpos contra Brucella canis no soro sangüíneo de 497 cães, machos e fêmeas, em idadereprodutiva (um a nove anos) e domiciliados no município do Rio de Janeiro,RJ.·A técnica usada foi a de imunodifusão em gelagarose, com antígeno de membrana de Brucel/a ovis, desenvolvido pelo laboratório TECPAR. 4 Os resultados de 7,4% dosanimais reagentes demonstram a presença de Brucelose canina no município do Rio de Janeiro e suscitam a importância demaiores estudos desta zoonose.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Ciência Veterinária - RBCV