Estudo da prevalência de anticorpos anti·Anap/asma marginale em bovinos de leite da microrregião de Goiânia, pela reação de imunofluorescência indireta e ELISA

Hélvio Queirróz dos Santos, Cláudio Roberto Madruga, Guido Fontgalland Coelho Linhares

Resumo


A pesquisa teve como objetivo o cálculo da prevalência de Anaplasma margina/e no rebanho bovino de leite da microrregiãode Goiânia, por meio da reação de imunofluorescência indireta (RI FI) e reação imunoenzimática indireta (ELISA). No delinea- ·mento experimental o mapa da microrregião foi dividido em 47 quadrantes, dos quais 25 foram sorteados para a colheita dematerial. Em cada propriedade visitada foi colhido sangue aleatoriamente em cerca de 10% dos animais. Dessa forma, foramcolhidas 521 amostras de sangue, número acima do recomendado pelo modelo estatístico adotado.Do total das amostras testadas, 505 foram positivas à RIFI e 517 ao ELISA, correspondendo a prevalência de 96,92% e99,23%, respectivamente. A análise estatística dos resultados obtidos por ambas as técnicas sorológicas revelou umaconcordância de 96,16% entre elas, e nenhuma diferença estatisticamente significativa. Das 25 propriedades rurais visitadas,todas (1 00%) apresentaram rebanhos positivos para os testes sorológicos. Com base nos dados obtidos, a microrregião deGoiânia pôde ser caracterizada como área de estabilidade enzoótica para A. marginale, sendo elevado, os riscos de perdaseconômicas na introdução de animais suscetíveis provenientes de áreas livres da enfermidade, sem um planejamentoprofilático adequado.Palavras-chave: Anap/asma marginale; anaplasmose; bovinos; epidemiologia

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Ciência Veterinária - RBCV