ESTRUTURA DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS: UM ESTUDO DO NÍVEL DE CONHECIMENTO DE ESTUDANTES DE ADMINISTRAÇÃO

Nadielli Maria dos Santos Galvão, Andreza Cristiane Silva de Lima, Luana Leite Pereira dos Santos

Resumo


Resumo: Este estudo tem como objetivo identificar o nível de conhecimento dos estudantes de administração quanto à finalidade das Demonstrações Contábeis obrigatórias no Brasil verificando se há associação entre o perfil do discente e seu nível de conhecimento.. Para tanto, realizou-se uma pesquisa descritiva e quantitativa, sendo o instrumento de coleta um questionário contendo perguntas acerca do conjunto dessas demonstrações, o qual foi disponibilizado via online. Os dados foram tabulados no Excel® e a análise de estatística descritiva e teste qui-quadrado foram realizadas no software Gretl. Os principais achados mostraram que as demonstrações contábeis mais conhecidas foram o Balanço Patrimonial, Demonstração do Resultado do Exercício e Demonstração dos Fluxos de Caixa. Sobre o conhecimento a respeito do conjunto desses documentos, o maior número de acertos correspondeu ao conteúdo do Balanço Patrimonial e o de menor acerto, a Demonstração do Valor Adicionado. O conhecimento que os estudantes se auto atribuíam coincidiu com maioria das respostas obtidas quanto a DFC, DVA, DRA e Notas Explicativas. Além disso, o nível de conhecimento quanto a esses demonstrativos, mostrou-se associado ao turno em que o aluno estuda, sendo o melhor desempenho apresentado por aqueles que estudam pela manhã, em seguida dos que cursam EaD.  Por fim, ter cursado ou não a disciplina de contabilidade geral ou correlata, afetou o nível de conhecimento sobre o Balanço Patrimonial, DMPL, DRE e DLPA. Esses resultados podem contribuir para nortear professores de contabilidade que ministram tal conteúdo no curso de administração.


Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA; J.E.F. Fundamentos de Contabilidade para os Negócios: Introdução à Contabilidade. São Paulo: Elsevier Brasil, 2016.

ALVES, Márcio. Programa de Aprendizagem. Disponível em: . Acesso em 11 de julho de 2018.

BOLDT; M.N. Assessing Students’Accounting Knowledge: A Structural Approach. Journal of Education for Business, v.76, n.5, p.262-269, may-jun, 2001.

BORGES; G.F.; NAVES; F. Ensino de contabilidade na graduação em administração: uma análise sob a perspectiva discente. Revista de Contabilidade e Organizações, v.21, p. 59-70, 2014.

BORGES; G.F.; NAVES; F. Ensino de contabilidade na graduação em administração: uma análise sob a perspectiva discente. Revista de Contabilidade e Organizações, v.21, p. 59-70, 2014.

BRASIL. Lei 6.404 de 15 de dezembro de 1976 – Dispõe sobre a Sociedade por Ações. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L6404consol.htm> Acesso em março de 2018.

BRASIL. Lei nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976. Dispõe sobre as Sociedades por Ações. Disponível em: . Acesso em 09 de julho de 2018.

BRASIL. Norma Brasileira de Contabilidade, NBC TG 26 (R5) – Apresentação das Demonstrações Contábeis. Disponível em: . Acesso em 09 de julho de 2018.

BRASIL. Norma Brasileira de Contabilidade, NBC TSP Estrutura Conceitual, de 23 de setembro de 2016. Aprova a NBC TSP ESTRUTURA CONCEITUAL – Estrutura Conceitual para Elaboração e Divulgação de Informação Contábil de Propósito Geral pelas Entidades do Setor Público. Disponível em: . Acesso em 09 de julho de 2018.

CONCEIÇÃO; M.G.; OLIVEIRA; N.C.; GOMES; S.M.S.; OLIVEIRA; N.S; FREIRES; F.G.M. Comparação do Nível de Conhecimento sobre Contabilidade Social e Ambiental dos Estudantes Ingressos e Formandos do Curso de Ciências Contábeis da Universidade Federal Da Bahia. Revista de Gestão e Contabilidade da UFPI, v.1, n.2, p.3-22, julho-dezembro de 2014.

COORDENAÇÃO DE APERFEIÇOAMENTO DE PESSOAL DE NÍVEL SUPERIOR. Editor agrupa milhões de documentos de patentes nacionais e internacionais. Publicado em 27 de abril de 2017. Disponível em: < http://www.capes.gov.br/component/content/article/36-salaimprensa/noticias/8371-editor-agrupa-milhoes-de-documentos-de-patentes-nacionais-e-internacionais> Acesso em março de 2018.

COSTA; M.S; LIBONATI; J.J.; RODRIGUES; R.N. Conhecimentos Sobre Particularidades da Contabilidade Rural: Um Estudo Exploratório com Contadores da Região Metropolitana de Recife. Contexto, v.4, n.7, p.1-24, 2004.

DIAS FILHO; J.M. A linguagem utilizada na evidenciação contábil: uma análise de sua compreensibilidade à luz da teoria da comunicação. Caderno de Estudos, v.13, n.24, p. 38-49, julho/dezembro, 2000.

FAGUNDES; J.A.; SANTANA; A.F.B.; BACH; E.G.; MAROSTICA; J. Aplicabilidade da Contabilidade Gerencial como Ferramenta de Gestão para Tomada de Decisões nas Indústrias de Pinhalzinho/SC. Revista de Contabilidade Dom Alberto, v.1, n.3, p. 1-22, junho, 2013.

FEIL; A.A.; HABERKAMP; A.M.; AZEREDO; A.J.; ORSO; T.M.; KRONBAUER; C. Análise do Nível de Conhecimento do Profissional Contábil acerca da Contabilidade Ambiental e suas Variáveis Intervenientes. Revista Ambiente Contábil¸v.9, n.1, p. 223-245, jan/jun de 2017.

GITMAN, L. J. Princípios de Administração Financeira. São Paulo: Pearson Prentice Hall,2010.

GOMES; S..S.; SOUZA; L.E.; CRUZ; T.S.; GOMES; I.B. Nível de Conhecimento dos Futuros Profissionais de Contabilidade do Estado da Bahia: Uma Análise à Luz dos Conceitos Básicos Presentes nas Normas Brasileiras de Contabilidade. Revista de Administração, Contabilidade e Sustentabilidade, Vol. 5, n. 2, p.104-121, 2015.

IUDÍCIBUS, S. de. Análise de Balanços. 7 Edição. SP: Editora Atlas, 1998.

IUDÍCIBUS, S. et al. Manual de Contabilidade Societária.11ª ed. São Paulo: Atlas, 2010.

IUDÍCIBUS; S.; MARTINS; E.; CARVALHO; E. Contabilidade: aspectos relevantes da epopéia de sua evolução. Revista Contabilidade & Finanças, v. 16, n.38, Maio/agosto de 2015

LOUW; J.; NIDA; E. Léxico Grego-Português do Novo Testamento

. São Paulo: Sociedade Bíblica do Brasil, 2013.

LUCAS; U.; MLADENOVIC; R. The identification of variation in students’ understandings of disciplinary concepts: the application of the SOLO taxonomy within introductory accounting. Higher Education, v.58, issue 2, p.257-283, august, 2009,

MACHADO; D.G.; CZARNESK; F.R.; DOMINGUES; M.J.C.S. Perfil das Metodologias de Ensino Presencial e a Distância na Graduação em Administração. Estudo & Debate, v. 22, n. 2, p. 105-122, 2015.

MARION, J. C. Análise das demonstrações contábeis. 7ª ed. Atlas: São Paulo, 2012.

NASCIMENTO; L.F.; CZYKIEL; R.; FIGUEIRÓ; P.S. Presencial ou a Distância: a Modalidade de Ensino Influencia na Aprendizagem? Administração: Ensino e Pesquisa, v.14, n.2, p. 311 – 341, abril-junho, 2013.

NICOLINI; R.O.B.; TORRES; A.A.G.; CALDERÓN; P.A.L. Desempenho dos Cursos de Bacharelado em Administração no Brasil: Uma Análise dos Resultados no Exame Nacional de Desempenho (Enade) em 2006, 2009 e 2012. In: XIV Colóquio Internacional de Gestão Universitária, Florianopólis, Santa Catarina, Brasil, 3,4 e 5 de dezembro de 2014. Disponível em: https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/131785/2014-161.pdf?sequence=1

NUNES; I.V.; COSTA; P.S.; MARQUES; A.V. Nível de Conhecimento dos Discentes em Ciências Contábeis sobre o Pronunciamento Conceitual Básico. Revista Universo Contábil, v. 12, n. 1, p. 87-104, jan./mar., 2016.

PAVÃO; A.C.; CASTRO; C.R. O desempenho acadêmico dos estudantes cotistas e não cotistas no contexto inclusivo da Lei 12.711: uma análise comparativa na Universidade Federal Rural do Semi-Árido. Revista Brasileira de Ensino Superior, v.3, n.3, p.54 – 79, 2017

RIBEIRO; O.M. Contabilidade Geral Fácil. 9 ed. São Paulo: Saraiva, 2013.

SANTOS; A importância da contabilidade na administração da micro e pequena empresa. © Revista Conteúdo, Capivari, v.2, n.1, p. 38-43, jan./jul. 2012.

SIHOMBING; R.P. The Indonesia Best Sustainability Report as a Student’s Accounting Tool to Understand CRS Concept. Jurnal Dinamika Akuntansi, v.7, n.2, p.161-166, Seotenber, 2015.

SILVA; H.H.A; ALBUQUERQUE; L.S.; LUZ; J.R.M.; DANTAS; R.F. Imparment test: um estudo sobre o nível de conhecimento dos alunos de ciências contábeis das Universidades Públicas do Estado da Paraíba. Revista Reuna, v.21, n.1, p.29-52, p.29-52, jan – mar, 2016

STRONG; J.; PORTS; K. IT Knowledge: What Do Accounting Students Think They Know? Do You Know More Than I Do? An Exploratory Study. Review of Business Information Systems, v.19, n.2, p.39-50, December, 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Contabilidade e Gestão Contemporânea (ISSN 2595-7287)

Universidade Federal Fluminense/RJ

Departamento de Ciências Contábeis da UFF/Niterói

Rua Mário Santos Braga, S/N, Prédio 1 - Sala da Coordenação da Graduação em Ciências Contábeis, Centro - Niterói/RJ, CEP 24.020-150.

 

                                                                                                INDEXADORES: