ANÁLISE DA UTILIZAÇÃO DE INDICADORES DE DESEMPENHO A LUZ DO BALANCED SCORECARD: UM ESTUDO EM EMPRESA DE CONSTRUÇÃO CIVIL NO MUNICÍPIO DE JOÃO PESSOA/PB

Risolene Alves de Macena de Araújo, Livía Maria da Silva Santos

Resumo


O presente estudo objetivou analisar os indicadores de desempenho utilizados pelos gestores das empresas de construção civil do município de João Pessoa- PB, sob a luz do Balanced Scorecard. Para atender tal propósito, aplicou-se um questionário com os gestores dessas empresas. Para análise dos dados, fez-se uso da estatística descritiva, através da análise das distribuições de frequências dos indicadores. A amostra da pesquisa foi composta por 11 empresas do segmento, cadastradas no SINDUSCON-JP. Os resultados demonstraram que os indicadores das perspectivas processos internos, financeira e clientes são “utilizados frequentemente” pelos gestores, e os da perspectiva de aprendizagem e crescimento, na maioria das vezes, não são utilizados pelos gestores.


Texto completo:

PDF

Referências


ATKINSON, A. A.; WATERHOUSE, J. H.; WELL, R.B.. A stakeholder approach to strategic performance measurement. Sloan Management Review Spring, p. 25–37, 1997.

BOURNE, M.; MILLS, J.; WILCOXS, M.; NEELY, A; PLATTS, K. Designing, implementing and updating performance measurement System. International Journal of Operations & Production Management, v. 20, n. 7, p. 754-771, 2000.

CALLADO, A. A. C.; JACK, L. Balanced scorecard metrics and specific supply chain roles. International Journal of Productivity & Performance Measurement, v. 64, n. 2, p. 288-300, 2015.

CHIA, A.; GOH, M.; HUM, S-H. Performance measurement in supply chain entities: balanced scorecard perspective. Benchmarking: An International Journal, v. 16, n. 5, p. 605-620, 2009.

DINIZ, J. L. P.; GODOY, L. P.; STEFANO, N. M.. O uso da ferramenta Balanced scorecardcom ênfase na satisfação dos clientes em uma cooperativa de pequeno porte. Revista Eletrônica de Gestão Organizacional, v. 10, n.3, p. 653-684, 2012.

ECCLES, R. G.. The performance measurement manifesto. Haruard Business Review, January-February, p. 131-137, 1991.

FILGUEIRAS, A. A; BARROS, L. P. S.; GOMES, J. S. O processo de implantação do Balanced scorecardem uma empresa estatal brasileira: O caso Petrobras. Revista de Gestão, São Paulo, v. 17, n. 1, p. 45-57, jan./mar, 2010.

FOLAN, P.; BROWNE, J. A review of performance measurement: towards performance management. Computers in Industry, v. 56, n. 7, p. 663-680, 2005.

HO, K.; MCKAY, R.. Balanced scorecard: two perspectives. The CPA Journal, v. 72, n.3, p. 20-5, 2002.

HOLANDA, F. M. A. Indicadores de desempenho: uma análise nas empresas de construção civil do município de João Pessoa – PB. Dissertação (Mestrado em Ciências Contábeis), Programa Multiinstitucional e Inter-Regional de Pós-Graduação em Ciências Contábeis, João Pessoa, 2007.

KAPLAN, R. S.; NORTON, D. P. A estratégia em ação: balanced scorecard. 4. ed. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

KAPLAN, R. S.; NORTON, D. P. The balanced scorecard– measures that drive performance. Harvard Business Review, V. 70, January/February, 1992.

KAPLAN, R. S.; NORTON, D. P. Transforming the balanced scorecard from performance measurement to strategic management: Part II. Accounting Horizons, v.15, n. 2, p. 147 160, Jun. 2001b.

KAPLAN, R. S.; NORTON, D. P. Mapas Estraté¬gicos. Convertendo Ativos Intangíveis em Resultados Tangíveis. 4.ed. Rio de Janeiro: Campus, 2004.

____________. Having Trouble With Your Strategy? Then map it. Harvard Business Review, v. 78, n. 5, p. 167-176, sept./oct. 2000a.

____________. Linking the balanced scorecardto strategy. California Management Review, V. 39, n. 1, 1996.

KURESKI, R.; RODRIGUES, R. L.; MORETTO, A. C.; SESSO FILHO, U. A.; HARDT, L. P. A. O macrossetor da construção civil na economia brasileira em 2004. Ambiente Construído, v. 8, n. 1, p. 7–19, 2008.

LANTELME, E. M. V.. Proposta de um sistema de indicadores de qualidade e produtividade para a construção civil. 1994. Dissertação (Mestrado em Engenharia) - Núcleo Orientado para a Inovação da Edificação, Programa de Pós-graduação em Engenharia Civil, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 1994.

MARTINS, V. G.; GIRÃO, L. F. A. P.; SILVA FILHO, A. C. C.; ARAUJO, A. O. A utilização de modelos de avaliação de desempenho sob a perspectiva do GECON e do Balanced Scorecard: estudo de caso em uma central de cooperativas de Crédito. Revista Evidenciação Contábil & Finanças, v.1, n.1, p.99-117, 2013.

MOORAJ, S.; OYON, D.; HOSTETTLER, D. The Balanced Scorecard: a necessary good or an unnecessary evil? European Management Journal, V. 17, n. 5, p. 481-491, 1999.

NAVARRO, Gustavo Pedrosa. Proposta de sistema de indicadores de desempenho para gestão de produção em empreendimento de edificações residenciais. 2005. Dissertação de Mestrado da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre. 2005.

NEELY, A. D.; MILLS, J.; PLATTS, K.; GREGORY, M.; RICHARDS, H. Performance measurement system design: should process based approaches be adopted? International Journal of Production Economics, v.46, n.47, p.423-431, 1996.

NEELY, A. D.; RICHARDS, A. H.; MILLS, J. F.; PLATTS, K. W.; BOURNE, M. C. S.. Designing performance measures: a structured approach, International Journal of Operations & Production Management, vol. 17, n. 11, p. 1131-53, 1997.

NEELY, A.. The performance measurement revolution: why now and what next?. International Journal of Operations & Production Management, v. 19, n. 2, p. 205-28, 1999.

NORREKLIT, H. The balance on the balanced scorecard: a critical analysis of some of its assumptions. Management Accounting Research, v. 11, n. 1, p. 65-88, 2000.

NORREKLIT, H. The balance on the balanced scorecard a critical analysis of some of its assumptions. Management Accounting Research, n. 11, p.65-88, 2008.

OHASHI, E. A. M.; MELHADO, S. B. A importância dos indicadores de desempenho nas empresas construtoras e incorporadoras com certificação ISO 9001:2000. In: ENCONTRO NACIONAL DE TECNOLOGIA DO AMBIENTE CONSTRUÍDO, São Paulo, 2004.

PARANJAPE, B.; ROSSITER, M.; PANTANO, V. Insights from the Balanced scorecard performance measurement systems: successes, failures and future – A review. Measuring Business Excellence, v. 10, n. 3, p. 4-14, 2006.

PECH, L. M.; RAMOS, F. M.; FAVRETTO, J.; ARTIFON, R. L.. Utilização do balanced scorecard em ambientes cooperativistas: um estudo de caso. REUNA, v.20, n.3, p.05-26, 2015.

PINTO, A. K. GESTÃO ESTRATÉGICA E INDICADORES DE DESEMPENHO. São Paulo, Qualytymark, 2002.

PRIETO, Vanderli Correia; PEREIRA, Fábio Luis Alves; CARVALHO, Marly Monteiro de; LAURINDO, Fernando José Barbin. Fatores Críticos na implementação do Balanced Scorecard. Revista Gestão & Produção, v.13, n.1, p.81-92, jan./abr., 2006.

PUNNIYAMMOORTHY, M.; MURALI, R. Balanced score for the balanced scorecard; a benchmarking tool. Benchmarking: An International Journal, v. 15, n. 4, p. 420-443, 2008.

ROCHA, J. M.; CASARTELLI, A. O.. Análise do processo de implantação do Balanced scorecard(BSC) em uma instituição de ensino superior. Revista Gestão Universitária na América Latina-GUAL, v.7, n.3, p. 268-290, 2014.

SAINAGHI, R.; PHILLIPS, P.; CORTI, V. Measuring hotel performance: using a balanced scorecard perspectives’ approach. International Journal of Hospitality Management, v. 34, p. 150-159, 2013.

SANTOS, D. F. L.. Modelo de Gestão Financeira Aplicada em Empresa do Setor de Construção Civil. Revista TAC, Rio de Janeiro, v. 5, n. 2, art. 2, p. 119-135, Jul./Dez, 2015.

SINK, D. S.; TUTTLE, T. C.. Planejamento e medição para performance. Rio de Janeiro: Quality Mark, 1993.

VAN AKEN, E. M.; LETENS, G.; COLEMAN, G. D.; FARRIS, J.; VAN GOUBERGEN, D.. Assessing maturity and effectiveness of enterprise performance measurement systems. International Journal of Productivity & Performance Measurement, v. 54, n. 5/6, p. 400-418, 2005.

VAN VEEN-DIRKS, P.; WIJN, M. Strategic control: meshing critical success factors with the balanced scorecard. Long Range Planning, V. 35, n. 4, p. 407-427, 2002.

WOULTERS, M.; SPORTEL, M. The role of existing measures in developing and implementing performance measurement systems. International Journal of Operations & Production Management, V. 25, n. 11 p. 1062-1082, 2005.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Contabilidade e Gestão Contemporânea (ISSN 2595-7287)

Universidade Federal Fluminense/RJ

Departamento de Ciências Contábeis da UFF/Niterói

Rua Mário Santos Braga, S/N, Prédio 1 - Sala da Coordenação da Graduação em Ciências Contábeis, Centro - Niterói/RJ, CEP 24.020-150.

 

                                                                                                INDEXADORES: