A economia política da década bolivariana: Instituições, sociedade e desempenho dos governos em Bolívia, Equador e Venezuela (1999-2008)

Dawisson Belém Lopes

Resumo


O artigo busca apreender as especificidades do fenômeno do bolivarianismo político sul-americano do século XXI, apontando as condições de possibilidade (históricas e institucionais) para a emergência de uma concepção bolivariana de economia política, alegadamente posta em prática pelos governos venezuelano (Chávez), boliviano (Morales) e equatoriano (Correa). Serão passados em revista os principais indicadores sociopolíticos e macroeconômicos relativos à Bolívia, ao Equador e à Venezuela na contemporaneidade (entre 1999-2008, aprox.), com vistas a fazer, indutivamente, uma melhor avaliação do desempenho recente de tais governos.

Palavras-chave


Economia Política, bolivarianismo, América do Sul, instituições.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Estudos Políticos

APOIO: