Colonialidade e Democracia

Luciana Ballestrin

Resumo


O artigo tem como principal objetivo realizar uma aproximação teórica entre póscolonialismo e democracia, a partir das contribuições oferecidas pelas Teorias do Sul à Teoria Política. Assim como o pós-colonialismo ainda não foi capaz de sustentar uma perspectiva pós-colonial de democracia, a teoria democrática ainda não foi capaz de sustentar uma perspectiva democrática pós-colonial. Tendo como pressuposto que os estudos pós-coloniais, subalternos e de-coloniais foram pouco assimilados pela teoria política e democrática, o artigo defende que a convivência entre colonialidade e democracia no contexto das sociedades pós-coloniais sugere um conjunto de problemas ausentes no centro da geopolítica do conhecimento produtor de “teoria”. Sobretudo, busca-se argumentar que a denúncia da colonialidade gera implicações importantes a serem consideradas pela prática e pela teoria democrática considerada difusa e insatisfatoriamente no âmbito normativo da Teoria Política Contemporânea.

Palavras-chave


teorias do sul, teoria política contemporânea, teoria democrática, pós-colonialismo, colonialidade.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Estudos Políticos

APOIO: