Floriano Peixoto e seus Consagradores: Um Estudo sobre Cultura Cívica Republicana (1891-1894)

Elisabete Leal

Resumo


O texto aborda o fenômeno do florianismo no Brasil entre 1891 e 1904, buscando caracterizar uma parcela de seus protagonistas: militares e positivistas. Para tal, analisaram-se as atividades cívicas e de culto a imagens visuais, princ ipalmente obras de arte, para a consagração de Floriano Peixoto como líder militar, para as comemorações em seu aniversário fúnebre e para as mobilizações na Revolta da Vacina. Destaca-se uma liderança militar que unia o ideal positivista a pr áticas políticas republicanas e seu envolvimento na encomenda de imagens visuais de Floriano Peixoto para serem usadas em atividades culturais de cunho cívico-político. Analisou-se também a trajetória do militar Agostinho Raimundo Gomes de Castro.

Palavras-chave


república; florianismo; positivismo; cultura cívica.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Estudos Políticos

APOIO: