A fabricação do corpo: efeitos da disciplinarização dos saberes e do corpo nas práticas escolares

Nádia Geisa Silveira de Souza, Ana Arnt, Anelise Rabuske

Resumo


Entender o corpo como fabricado naspráticas sociais tem nos movido a examinar osefeitos de técnicas disciplinares que funcionamna educação escolar. Para tanto, estabelecemosconexões com as proposições de MichelFoucault e de autores que utilizam o pensamentodo filósofo na pesquisa educacional.Inicialmente, abordamos aspectos dos estudosgenealógicos para pensar a constituiçãodo corpo no interior de relações de poder/saber.A seguir, discutimos os efeitos da disciplinana produção do saber e do corpo em aulasde Biologia. Finalmente, tratamos do entrelaçamentode um conjunto de práticas disciplinarese de discursos na produção dos corpos:“bons-alunos”/”alunos-problema”.Palavras-chave: corpo; disciplinarização do sabere do corpo; “alunos-problema”.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/rg.v7i2.147

Apontamentos

  • Não há apontamentos.