A dinâmica de gênero nos jogos de futebol a partir de uma etnografia

Arlei Sander Damo

Resumo


O futebol é tido no Brasil como umjogo com forte conotação masculinizante e,como tal, desaconselhado às meninas. O objetivodeste artigo é mostrar, a partir de umaconfiguração social concreta, como a dinâmicaque se desenrola no interior do jogo fazcom que ele seja percebido como uma atividadetalhada para homens, embora nem todosos homens se conformem ao padrão demasculinidade hegemônico no futebol. Evidencio,em perspectiva etnográfica, algumas estratégiaspara fazer frente à exclusão sugeridaàs meninas.

Palavras-chave:

 

 

futebol; cultura; masculinidade


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/rg.v7i2.148

Apontamentos

  • Não há apontamentos.