O design gráfico como assinatura na Revista Sui Generis

Jorge Luís P. Rodrigues

Resumo


Este trabalho apresenta um resultado da pesquisa sobre as “Impressões
de Identidade” recolhidas em alguns periódicos da imprensa gay do Rio de Janeiro. Partindo de uma perspectiva interdisciplinar, a tese faz um estudo comparativo entre a linguagem verbal e a linguagem visual desses
periódicos, para, a partir deles, ler as histórias e estórias da construção
de diferentes identidades gays. Neste artigo apresento a revista Sui Generis,
que divulgou o conceito GLS e trouxe grandes mudanças no campo do design
gráfico. Tanto quanto narrar a situação social e política de um grupo
em determinada época, jornais e revistas de temática libertária indiciam as
concordâncias que formulam o design identitário desse grupo.



Palavras-chave


homossexualidade, design, imprensa

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/rg.v12i1.397

Apontamentos

  • Não há apontamentos.