CONCILIAÇÃO MATERNIDADE E TRABALHO: UM ESTUDO COM ALUNAS E SERVIDORAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS

Rayssa Neves Andrade, Helga Midori Iwamoto

Resumo


O artigo teve como objetivo analisar as principais estratégias empregadas e dificuldades enfrentadas pelas estudantes e servidoras da UFT ao conciliar maternidade e trabalho. Trata-se de uma pesquisa qualitativa baseada na análise de conteúdo de Bardin, com dados demográficos tratados de forma quantitativa. Para a coleta de dados utilizou-se entrevistas semiestruturadas com 33 mães. Foram criadas dez categorias sendo discutidas conforme a fundamentação teórica. Os resultados indicam que com as mudanças nos tradicionais padrões familiares é possível essa conciliação, pois ser mãe é importante na vida dessas mulheres, mas o trabalho é uma fonte de realização pessoal

Palavras-chave


maternidade; mulher; trabalho

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/rg.v20i1.38499

Apontamentos

  • Não há apontamentos.