A educação anti-AIDS no Brasil: conceitos e práticas (1985-1998)

João Bosco Góis

Resumo


O presente artigo examina as principais ideias e práticas educacionais desenvolvidas por organizações brasileiras ligadas à luta contra a AIDS entre os anos de 1985 e 1998. Sem negar a relevância do trabalho feito, o artigo conclui que o uso das noções de razão e escolha racional levou tais organizações, muitas vezes, à elaboração de modelos analíticos e interventivos simplistas e punitivos.

Palavras-chave: AIDS; educação; ONGs/AIDS.


Texto completo:

Sem título


DOI: https://doi.org/10.22409/mov.v0i06.103

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 

MOVIMENTO - revista de educação - FEUFF-PPGEUFF - ISSN 2359-3296/ISSN-L: 1518-0344

 

Fontes de indexação:

                                                                       

 

                             

 

 

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

click counter
click counter
click counter