Uma práxis de educação de cidadãos trabalhadores

Xico Lara

Resumo


O presente artigo tem como objeto apresentar uma proposta educacional fundada no acúmulo histórico, crítico conceitual e pedagógico das Escolas de Trabalhadores. Com base em que a sociedade governada pela matriz do capital só realiza mudanças no seu sistema de educação a fim de que se mantenha e se aprofunde a dominação dessa mesma matriz em todos os âmbitos da sociedade, propõe-se uma mudança capaz de preservar uma educação para cidadãos trabalhadores, buscando fundamento numa práxis voltada para a geração de um “polismônio”, ou seja, o acúmulo cultural do trabalho cidadão gerador e repositor criativo das condições de vida nas cidades humanas.

Palavras-chave: escola de trabalhadores; educação e cidadania; conhecimento e poder; trabalho e educação


Texto completo:

Sem título


DOI: https://doi.org/10.22409/mov.v0i08.121

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 

MOVIMENTO - revista de educação - FEUFF-PPGEUFF - ISSN 2359-3296/ISSN-L: 1518-0344

 

Fontes de indexação:

                                                                       

 

                             

 

 

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

click counter
click counter
click counter