A educação anarquista no Rio de Janeiro nas primeiras décadas do século XX

Angela Martins

Resumo


Esta pesquisa faz uma análise histórica da criação e do desenvolvimento das instituições escolares anarquistas no Rio de Janeiro (Brasil), nas primeiras décadas do século XX, com o intuito de compreender a ideologia que embasa as propostas educacionais e a organização dessas instituições escolares. No Brasil, os anarquistas fundaram escolas libertárias e universidades populares, fazendo uma intensa propaganda educativa e cultural. As escolas anarquistas brasileiras seguiam a teoria de Ferrer y Guardia e defendiam o ideal racional-libertário.

Palavras-chave: escola anarquista; instituição escolar; história da educação.

 


Texto completo:

Sem título


DOI: https://doi.org/10.22409/mov.v0i11.148

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 

MOVIMENTO - revista de educação - FEUFF-PPGEUFF - ISSN 2359-3296/ISSN-L: 1518-0344

 

Fontes de indexação:

                                                                       

 

                             

 

 

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

click counter
click counter
click counter