A FENOMENOLOGIA COMO POSSIBILIDADE DE MÉTODO INVESTIGATIVO EM PESQUISAS EDUCACIONAIS.

Lucas Salgueiro Lopes, Arthur Vianna Ferreira

Resumo


O presente artigo tem como objetivo demonstrar as possibilidades de uso da fenomenologia como método de investigação aplicado em pesquisas educacionais, de maneira especial, as de abordagem psicossociais. Utilizando os diários escritos em um trabalho de campo socioeducacional realizado numa ONG em São Gonçalo/RJ, são explicadas e exemplificadas as três formas de descrição da fenomenologia (noema, noese e variação eidética) organizada nos estudos de Natalie Depraz (2011) e baseados na teoria de Edmund Husserl (1975). Dessa forma, esse trabalho busca introduzir os pesquisadores da educação nos principais conceitos da fenomenologia e a relevância do seu uso nesse tipo de investigação. Assim como, o artigo se esforça para apresentar a fenomenologia como um método inicial de interpretação para investigações dedicadas aos fundamentos da educação como a Psicologia da Educação, Psicologia Social, Pedagogia Social, Didática, entre outros, fundamentais para a formação docente, inicial e continuada.


Texto completo:

ESPANHOL PORTUGUÊS

Referências


CALIMAN, Geraldo. Pedagogia Social: seu potencial crítico e transformador. Revista de Ciências da Educação, n. 23, Americana, 2010.

CHINAZZO, Susana Salete Raymundo. Epistemologia das ciências sociais. Curitiba: InterSaberes, 2013.

DEPRAZ, Natalie. Compreender Husserl. Petrópolis: Vozes, 2011.

FERREIRA, Arthur Vianna. O uso da fenomenologia nas práticas de estágio supervisionado para licenciaturas. Revista Brasileira de Ensino Superior. Passo Fundo, v. 1, n. 2, p. 5-14, 2015.

HUSSERL, Edmund. Investigações Lógicas. São Pau¬lo: Abril Cultural, 1975.

JARES, Xésus R.. Educação para a paz – Sua Teoria e Prática. São Paulo, Penso, 2002.

LOPES, Lucas Salgueiro; FERREIRA, Arthur Vianna. Afetividades em Wallon e as práticas socioeducativas de uma instituição educacional em São Gonçalo, RJ. In: COSTA, Alvaro Daniel (Org.). Cultura, Cidadania e Políticas Públicas 2. Ponta Grossa, Atena Editora, p. 101-118, 2019.

MAHONEY, Abigail Alvarenga; ALMEIDA; Laurinda Ramalho de. Afetividade e processo ensino-aprendizagem: contribuições de Henri Wallon. Revista Psicologia da Educação. São Paulo, 20, p. 11-30, 2015.




DOI: https://doi.org/10.22409/mov.v0i10.515

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 

 

MOVIMENTO - revista de educação - FEUFF-PPGEUFF - ISSN 2359-3296/ISSN-L: 1518-0344

 

Fontes de indexação:

                                                                       

 

                             

 

 

 

Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

click counter
click counter
click counter