n. 81 (2019)

AÇÃO DE EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA NO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA – RJ

DOI: https://doi.org/10.22409/sbij.v0i81

Resumo

Os preços dos imóveis em metrópoles das economias emergentes forçam o estabelecimento de conjuntos habitacionais populares em bairros que se situam longe das principais áreas comerciais. Além disso, os moradores enfrentam desafios de sobrevivência aprofundados por suas baixas escolaridade e renda. Esta pesquisa sugere que o empreendedorismo pode ser um meio importante para mitigar os desafios sociais, representando uma poderosa força de transformação política, econômica e social, dos ambientes de habitação popular. Baseado na implementação de um projeto de educação empreendedora, por meio de pesquisa-ação, os autores realizaram um diagnóstico do perfil empreendedor e posteriormente dos negócios gerados entre os moradores do “Programa Minha Casa Minha Vida” no Rio de Janeiro. A pesquisa-ação permite aos pesquisadores intervirem dentro de uma problemática social, analisando-a e anunciando seu objetivo enquanto mobilizam e interagem com os participantes. O trabalho de campo incluiu tanto a observação participante quanto a coleta de dados documentais. Paralelamente, foram realizadas ações de educação empreendedora que atingiram 920 moradores, gerando 490 modelos de negócios, dos quais 59% das famílias relataram    ser sua principal fonte de renda, após seis meses de sua implementação.

Palavras-chave: Habitação social; Empreendedorismo; Perfil do empreendedor; Ecossistema empreendedor.

Sumário

Artigos

Irene Dobarrio Machado Ciccarino, Roberto Pessoa de Queiroz Falcão, Eduardo Picanço Cruz, Allan Borges
PDF