n. 65 (2016)

ANÁLISE DA ADESÃO À PREVIDÊNCIA PRIVADA COMO COMPLEMENTO À APOSENTADORIA DO TRABALHADOR BRASILEIRO

DOI: https://doi.org/10.22409/sbijounal2016.i65

Resumo: O déficit da previdência social no Brasil e a perda de valor real do benefício com o passar dos anos têm levado os brasileiros a optar por outro plano de previdência que complemente suas aposentadorias. Dentro desse contexto, a presente pesquisa tem por finalidade analisar o Regime de Previdência Complementar, em especial a previdência privada aberta, como opção para que o trabalhador brasileiro consiga manter o nível do poder de compra após a aposentadoria. O trabalho foi realizado através de pesquisa bibliográfica dando ênfase ao cenário atual com o sistema público deficitário e a apresentação da previdência privada aberta como elemento para cobrir as necessidades não atendidas pelo sistema público. O resultado dessa pesquisa sugere que a aderência ao Plano Gerador de Benefícios Livres - PGBL se torna uma boa alternativa, pois o trabalhador pode se antecipar aos problemas financeiros gerados por ter como única fonte de renda a aposentadoria oficial e manter o nível de renda que possuía durante o período laborativo. Espera-se como contribuição desse trabalho que o optante por um plano de previdência aberta privada adquira mais conhecimento a respeito do setor previdenciário, conseguindo, assim, subsídios para a escolha do plano mais adequado a sua necessidade.

Palavras-chave: Previdência Social; Previdência Complementar; PGBL.

Sumário

Artigos

Gustavo Lopes Rangel Madureira, Mirian Picinini Méxas, Geisa Meirelles Drumond
PDF