Desafios da leitura do livro ilustrado pós-moderno: Formar melhores leitores cada vez mais cedo

Ana Margarida Ramos

Resumo


Entendido como um dos formatos editoriais mais inovadores, pelas inúmeras possibilidades criativas que permite, o livro ilustrado tem-se revelado especialmente permeável às mais variadas influências artísticas, funcionando com espaço de experimentação e de questionamento do próprio conceito de livro infantil. O livro ilustrado moderno, que tem antecedentes muito antigos, desenvolve-se sobretudo, nos Estados-Unidos e na Europa, a partir da década de 60 do século XX, em resultado da evolução das artes gráficas, mas também do surgimento de uma sociedade de consumo e do desenvolvimento da cultura de massas. A valorização da imagem e do suporte material do livro está também associada ao crescimento do impacto do design na criação do objeto -livro, entendido como um artefacto.

Texto completo:

PDF

Referências


ARIZPE, Evelyn. Lectura de imagenes los ninos interpretan textos (interpreting children’s art). Mexico: Fondo de

Cultura Economica, 2004.

BELLORÍN, Brenda (Ed.). El Libro Álbum – invención y

evolución de un género para niños. 2. ed. Caracas: Banco

del Libro, 2005.

COLOMER, Teresa et al. Cruce de miradas: nuevas aproximaciones al libro-álbum. Caracas: Banco del Libro –

GRETEL, 2010.

LE MANCHEC, Claude. L’album, une inititiation à l’art du

récit. Paris: L’École des loisirs, 1999.

LEWIS, David. Picturing text: the contemporary children’s

picturebook. New York: Routledge Falmer, 2001.

KÜMMERLING-MEIBAUER, Bettina. From baby books

to picturebooks for adults: European picturebooks in the

new millennium. Word & Image, v. 31, n. 3, p. 249-264, 2015.

LINDEN, Sophie Van der. . Album[s]. Paris: Éditions De

Facto, 2013.

______. Lire l’album. Le Puy-en-Velay: Atelier du poisson

soluble, 2006.

NIKOLAJEVA, Maria; SCOTT, Carole. How picturebooks

work. New York: Garland Publishing, 2001.

RAMOS, Ana Margarida. Literatura para a infância a ilustração: leituras em diálogo. Porto: Tropelias & Companhia,

SIPE, Lawrence; PANTALEO, Sylvia. Postmodern picturebooks: play, parody, and self-referentiality. New York:

Routledge Research in Education, 2008.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.