Políticas Editoriais

Foco e Escopo

LINHA EDITORIAL

Trabalho Necessário é uma publicação de periodicidade quadrimestral do Núcleo de Estudos, Documentação e Dados sobre Trabalho e Educação - NEDDATE, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Educação e à Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense – UFF. Publica resultados de pesquisas e estudos sobre mundo do trabalho, formação humana e relações históricas entre trabalho e educação. É dirigida a professores, pesquisadores e  estudantes de graduação e pós-graduação, especialmente das áreas das ciências sociais e humanas. 

A Revista procura recuperar em seu título um dos conceitos centrais do pensamento marxiano, ou seja, o trabalho como atividade vital da espécie humana, compreendendo que o embate político - teórico e prático – pela superação da sociedade produtora de mercadorias não pode ser deixado de lado. Enfim, o trabalho será sempre necessário.

Os temas abrigados por Trabalho Necessário serão preferencialmente ligados à formação humana e às práticas educativas que se efetivam no âmbito institucional ou nos movimentos e lutas que se dão em diferentes espaços sociais.

A linha editorial da Trabalho Necessário pauta-se pelo esforço de compreensão e reconstrução, no plano teórico, das diferentes mediações sociais constitutivas da relação entre o mundo do trabalho e a educação, elegendo como referencial teórico-metodológico o materialismo histórico, norteador da crítica da economia política, que conduz a uma visão histórica da sociedade de classes. Ao buscar nos fenômenos as múltiplas determinações ou mediações que os constituem, relacionando parte-todo, sujeito-objeto ou subjetividade-objetividade, passado-presente, dentro de uma totalidade histórica, o materialismo histórico se contrapõe aos referenciais idealista, empiricista, estrutural-funcionalista, pós-estruturalista e pós-modermo que também analisam de diferentes formas, o capitalismo. Nesse sentido, a linha editorial da Trabalho Necessário considera que, nas sociedades cindidas em classes sociais antagônicas, a produção do conhecimento está sempre vinculada a uma determinada concepção da realidade.

Depreende-se disso que, na permanente disputa de leitura de significação da realidade torna-se impossível a mera soma de teorias, como pretende o ecletismo. Obviamente, entretanto, podem ocorrer, como sugere Gramsci, incorporações de aspectos das teorias em disputa, que concorram para a compreensão da realidade da forma mais ampla possível.  

Trabalho Necessário esclarece, finalmente, que está aberta à apreciação de textos que se substanciem em referenciais teórico-metodológicos divergentes de sua linha editorial, desde que explicitem uma coerência interna no âmbito ontológico e epistemológico, e que estimulem um debate fecundo na relação crítica com esta linha editorial.

 

 

 

Políticas de Seção

Artigos

Política padrão de seção

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Articles

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Memória e Documentos

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Editorial

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Resenha

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Expediente

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Apresentação

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Artigos do Número Temático

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Debate

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Entrevista

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Dossiê - Ensino Médio

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Artigos de Demanda Contínua

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Teses e Dissertações

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Ensaio

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Grupos de Pesquisa em Trabalho e Educação

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Artigos do Dossiê

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Apresentação do Dossiê

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Editorial

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Informações Pré-Textuais

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Lista de Pareceristas

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

A seleção de trabalhos para publicação toma como critérios básicos a sua relevância e pertinência para a linha editorial da Revista, a consistência e rigor na abordagem teórica, na metodologia e argumentação, a interlocução com a produção marxista e a correção e clareza na construção do texto.

A publicação está condicionada a dois pareceres emitidos por membros do Comitê Científico, do Conselho Editorial e/ou de colaboradores ad hoc. O processo de avaliação adotado é o duplo-cego. Em caso de divergências, será solicitado um terceiro parecer. Problemas específicos serão avaliados e decididos pelos Editores.

Os editores realização uma pré-avaliação (triagem), de acordo com as diretrizes e normas de publicação para os autores, antes que o editor de seção responsável realize o encaminhamento do artigo para os pareceristas.

 

 

Periodicidade

Trabalho Necessário (ISSN: 1808-799X) é uma publicação de periodicidade quadrimestral do Núcleo de Estudos, Documentação e Dados sobre Trabalho e Educação - NEDDATE, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Educação e à Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense – UFF. Publica resultados de pesquisas e estudos sobre mundo do trabalho, formação humana e relações históricas entre trabalho e educação. É dirigida a professores, pesquisadores e  estudantes de graduação e pós-graduação, especialmente das áreas das ciências sociais e humanas.

 

Política de Acesso Livre

POLÍTICA DE ACESSO LIVRE

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

POLÍTICA DE LIBRE ACESSO

Esta revista ofrece acesso libre e imediato a su contenido, según el principio de que disponibilizar gratuitamente lo conocimiento científico ao público proporciona mayor democratización mundial del conocimiento.

FREE ADMISSION POLICY

 This journal provides immediate open access to its content on the principle of the free offering of the available scientific knowledge to the public supports a greater global democratization of knowledge.

 

Arquivamento

Esta revista utiliza o sistema LOCKSS para criar um sistema de arquivo distribuído entre as bibliotecas participantes e permite às mesmas criar arquivos permanentes da revista para a preservação e restauração. Saiba mais...

 

Política Anti Plágio

Os artigos submetidos à Revista Trabalho Necessário serão verificados quanto à originalidade em programas de detecção de plágio (Sistema Antiplagiarist) antes de passar pela avaliação pelos pares.

POLÍTICA ANTI PLÁGIO

Los artículos submetidos a revista TrabalhoNecessário tendrán su originalidad verificada en programas de detección de plágio (sistema Antiplagiarist) antes de ser evaluados por los pares.

ANTI PLAGIARISM POLICY

 The Articles submitted to the journal TrabalhoNecessário will have its originality checked by an plagiarism detection program (AntiPlagiarist system) before going through peer review

 

Ficha Catalográfica

        Ficha Catalográfica elaborada pela Biblioteca Central do Gragoatá/SDC/UFF

                              Bibliotecária: Mahira de Souza Prado CRB-7/614

https://docs.google.com/drawings/d/sOXwdLyMUO-_a8kUSXPHhSg/image?w=627&h=310&rev=1&ac=1

 

Chamada pública de Artigos

EDITAL 

A partir de 2018, a Revista TrabalhoNecessário passou a editar Números Temáticos, organizados por grupos de pesquisa associados ao Núcleo de Estudos, Documentos e Dados sobre Trabalho e Educação - Neddate, considerando sua afinidade com a política editorial da revista: o materialismo histórico. Como meio de veiculação e mediação do pensamento crítico em relação ao mundo do trabalho, à formação humana e as relações históricas entre trabalho e educação, os Números Temáticos serão compostos por artigos de autores convidados e artigos enviados espontaneamente. Todos os textos deverão ser inéditos e, respeitando as normas de publicação da revista e os prazos estabelecidos por este edital,  serão submetidos para avaliação duplo-cega. Além dos textos diretamente relacionados à temática e sua respectiva ementa, a TN continuará recebendo - em fluxo contínuo - resenhas, notas de pesquisa e artigos sobre outras temáticas.  Abaixo, os editais de chamada pública:

 

 TN 34 (Setembro a Dezembro / 2019)  

 Trabalho, movimentos sociais e educação - V. 2

 Coordenação: Profas. Maria Clara Bueno Fischer – Tramse (UFRGS) e Célia Regina Vendramini – TMT(UFSC)  

  EMENTA: A proposta do número temático visa dar visibilidade a práticas e estratégias político-educativas de lutas e movimentos sociais organizados na atualidade. Num contexto de profundo ataque e privatização de todos os direitos sociais, transformados em mercadoria e em que a classe trabalhadora está sendo corroída por dentro, pretendemos reunir análises teórico-metodológicas sobre diferentes movimentos, lutas sociais e formas organizativas de resistência e enfrentamento. Contempla análises de estratégias político-educativas e culturais de trabalhadores em diferentes espaços-tempo: trabalhadores rurais, urbanos, mulheres, quilombolas, índios, estudantes.

Submissão de artigos:até 01 de abril/2019

-------------------------------------------------------

TN 35 (Janeiro a Abril /2020)

História e historiografia em trabalho-educação e pensamento crítico.

Coordenação: Profa. Dra. Maria Ciavatta - Grupo These (UFF/UERJ/Fiocruz)

 EMENTA: Na história e na historiografia do Trabalho-Educação, tratamos de aprofundar o estudo da produção do conhecimento dentro do campo da história da educação em sua relação com o trabalho e em suas particularidades, tais como, as relações entre o capital e o trabalho, seus vínculos com a sociedade, a educação profissional, as políticas educacionais e sua expressão na cultura material em espaços formativos, o uso das imagens e de outras fontes documentais sobre a preparação para o trabalho na escola, nas empresas, nos movimentos sociais, na saúde etc. Do ponto de vista teórico-metodológico, temos a história como produção social da existência e a história como método de pesquisa. Entendemos a história como o processo real da vida dos homens em sociedade, com os acontecimentos, as estruturas e os sujeitos sociais. A história como método é sua representação ao nível do pensamento, seus relatos e narrativas. A historiografia é a análise crítica da história escrita, o amadurecimento do campo científico que pensa sobre seu próprio fazer.

Submissão de artigos: até 01 de setembro/2019

------------------------------------------------------ 

TN 36  (Maio a Agosto /2020)

Lutas no campo e o “comum” na América Latina

Coordenação: Profa. Dra. Ana Maria Motta Ribeiro - Observatório Fundiário Fluminense (UFF) e William Kennedy do Amaral Souza - TECA (IFRO)

EMENTA: Na contemporaneidade, os impactos do alto padrão de concentração fundiária e ambiental, assegurado por políticas neoliberais, têm atingido proporções de desastre, afetando sobremaneira a materialidade e a imaterialidade da reprodução da vida dos povos originários e tradicionais do continente latino-americano.  São povos historicamente expropriados que acessam a terra e garantem seus territórios por meio de lutas contra as formas de submissão que lhes querem impor as elites agrárias. Tendo em conta as contradições capital/trabalho/natureza no contexto da acumulação flexível do capital, este número da Revista pretende refletir sobre as relações entre seres humanos e natureza mediados pelo trabalho, entendidas como elementos de reprodução da vida, o que tem se revelado em condições não necessariamente capitalistas, e que emergem como alternativa crítica ao modo hegemônico de produção da vida. Numa perpectiva interdisciplinar, e a partir de pesquisas empíricas, a TN busca contribuições teórico-metodológicas de autores/as do campo Trabalho e Educação e de outros campos do conhecimento. 

Submissão de artigos:até 01 de outubro/2019


---------------------------------------------------- 

CHAMADAS ANTERIORES  TN 29, 30, 31, 32,33

----------------------------------------------------

 

TN 29 (Janeiro a Abril/2018)

GT 09 – Trabalho e Educação -  38° Reunião Anual da AnpEd – Democracia em risco: a pesquisa e a pós-graduação em contexto de resistência.

 Coordenação: Profa. Dra Célia Vendramini(UFSC) e Profa. Dra. Mariléia Maria da Silva (UDESC).

 Trabalhos encomendados, textos relativos ao mini curso e aos trabalhos apresentados no GT 09 – Trabalho e Educação, da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Educação, na ocasião da 38º Reunião Anual da AnpEd, realizada em outubro/2017 em São Luiz, Maranhão.

-------------------------------------------------------

TN 30 (Maio-Agosto /2018)

Políticas públicas de qualificação profissional da classe trabalhadora

Coordenação: Prof. Dr. Marcelo Lima - Lagebes/PPGE/UFES

EMENTA – A proposta visa dar lugar a pesquisas e reflexões sobre as políticas públicas de qualificação da força de trabalho. Muitos programas, planos e projetos relativos à educação básica e à qualificação profissional têm sido objetos dos governos no Brasil desde antes da ditadura civil-militar: PIPMOI, PIPMO, PREMEM, PROMED, PROEP, PLANFOR, PNQ, PROJOVEM, PROEJA, PROEMI e PRONATEC, dentre outros. Em geral, derivam da iniciativa da União que, atendendo a determinadas demandas da "sociedade", estabelece linhas de ação que, por meio de repasse de recursos públicos a instituições não estatais e/ou por meio de uma ação direta das redes públicas (federal, estadual e ou municipal) realizam determinado atendimento escolar. Tais políticas possuem grande impacto nas políticas públicas de educação estabelecendo um campo de disputa na luta pela hegemonia no estabelecimento das prioridades educacionais nos planos financeiro, econômico, ideológico e pedagógico.  

Submissão de artigos: até 01 de abril de 2018

------------------------------------------------------

 Nº 31  (Setembro- Dezembro/2018)

Trabalho e educação em comunidades tradicionais

Coordenação: Profs. Drs. Ronaldo Lima e Doriedson Rodrigues - GEPTE / UFPA

EMENTA: Destina-se à publicação de estudos voltados para à análise de processos formativos e constituição do ser social trabalhador, a partir da relação trabalho e educação, mas com foco no que homens e mulheres vêm produzindo no interior de comunidades tradicionais, como quilombolas, ribeirinhas, indígenas, pescadoras, coletoras, no contexto de uma sociedade de classes, devendo os estudos problematizarem: como homens e mulheres de comunidades tradicionais organizam suas relações de trabalho e seus processos formativos considerando as metamorfoses do mundo do trabalho e as especificidades de suas experiências de trabalho, organização, formação e construção identitária. Abarca trabalhos, portanto, que tematizem as experiências de organização política, econômica, cultural e social de comunidades tradicionais, considerados também como processos de formação humana.

Submissão de artigos: até 01 de agosto de 2018

 ------------------------------------------------------

TN 32 (Janeiro-Abril/2019).

O IV Intercrítica e as categorias fundantes do materialismo histórico-dialético no século XXI

Coordenação: Profs. Drs. Dante Moura (UFRN) e Ramon de Oliveira (UFPe).

 EMENTA:  Além dos resultados de pesquisas e estudos apresentados no IV Intercrítica - Intercâmbio Nacional dos Grupos de Pesquisa em Trabalho e Educação, o número temático destina-se à publicação de trabalhos que contemplem as seguintes questões: Contribuições do materialismo histórico para análise das relações entre trabalho, educação e sociedade. A classe trabalhadora hoje: questões de gênero, raça, etnia, geração e diversidade sexual. Estado e contra reformas neoliberais. Educação e luta de classes: ofensivas do capital e formas de resistência.  Atualidade e perspectivas da pesquisa em trabalho e educação no Brasil.                               

Submissão de artigos: até 01 de novembro de 2018

----------------------------------------------------------------------

 TN 33 (Maio a Agosto / 2019)  

 Trabalho, movimentos sociais e educação - Volume I

 Coordenação: Profas. Maria Clara Bueno Fischer – Tramse (UFRGS) e Célia Regina Vendramini – TMT(UFSC)  

  EMENTA: A proposta do número temático visa dar visibilidade a práticas e estratégias político-educativas de lutas e movimentos sociais organizados na atualidade. Num contexto de profundo ataque e privatização de todos os direitos sociais, transformados em mercadoria e em que a classe trabalhadora está sendo corroída por dentro, pretendemos reunir análises teórico-metodológicas sobre diferentes movimentos, lutas sociais e formas organizativas de resistência e enfrentamento. Contempla análises de estratégias político-educativas e culturais de trabalhadores em diferentes espaços-tempo: trabalhadores rurais, urbanos, mulheres, quilombolas, índios, estudantes.

Submissão de artigos:até 01 de abril/2019

 

Qualis Capes 2016

Área do conhecimento: Educação

Qualis/CAPES: B3

 

Código de Conduta Ética

A revista Trabalho Necessário cumpri as boas práticas no que diz respeito à conduta moral condizente com a editoração cientifica de periódicos. Os autores que enviam artigos para a revista garantem que o trabalho não foi publicado e que não está em processo de revisão/avaliação em nenhum outro periódico.

A revista adota as diretrizes da Committee on Publication Ethics  (COPE) e é signatária da Declaração de São Francisco sobre Avaliação de Pesquisa (DORA).

Código de Conduta

 

Template para formatação de artigos

Template

 

Indexadores

Latindex

CAPES Periódicos

Sistema eletrônico de editoração de revistas do IBICT - OasisBr

Diadorim

Sumários.org

LatinREV - Red Latinoamericana de Revistas Académicas en Ciencias Sociales y Humanidades 

 

Com o propósito de socializar a produção científica veiculada pela TN para o maior número de leitores, estamos fazendo mudanças e ajustes necessários para atender aos critérios exigidos pelos indexadores DOAJ, REDALYC, SCIELO e SCOPUS.  Esta é a meta fundamental dos atuais editores.  

 

Histórico do periódico

A Revista TrabalhoNecessário (TN - ISSN: 1808-799X) começa a ser gestada em outubro de 2002, por uma Comissão Operacional (CO) composta por Maria Ciavatta, Ronaldo Rosas, Francisco da Silveira Lobo Neto, José Rodrigues e José Luiz Cordeiro Antunes. A partir daí, são discutidos e elencados os aspectos gerais de sua Linha Editorial, aprovada pelos membros permanentes do NEDDATE. O Núcleo e a Revista TrabalhoNecessário estão vinculados ao Programa de Pós-Graduação (Mestrado e Doutorado) em Educação da Faculdade de Educação da Universidade Federal Fluminense. Seu primeiro número foi publicado em 2003. A Revista TN foi se constituindo em um contexto histórico, em geral adverso para as Universidades e Núcleos de Pesquisa em Trabalho-Educação (TE). Nas diversas conjunturas que a TN foi sendo tecida, surgiram diferentes embates e desafios de ordem internas e externas. Frente à necessidade de mudança de editoria da Revista TN, foi enfatizada a importância de se refletir coletivamente sobre os caminhos a seguir, no sentido de dar continuidade ao trabalho desenvolvido pelos editores anteriores: José Rodrigues, Ronaldo Rosas, Francisco José da Silveira Lobo Neto, Luciana Requião, Maria Inês Bonfim, e as últimas editoras, Sonia Rummert e Jaqueline Ventura, que tanto se empenharam pelo seu reconhecimento acadêmico, o que resultou em nova classificação no Qualis/Capes. A partir de 2018, seus editores são Lia Tiriba, Maria Cristina Paulo Rodrigues e José Luiz Cordeiro Antunes. Para os novos rumos da TN foi fundamental a interlocução com alguns grupos de pesquisa do campo Trabalho-Educação. É a partir das discurssões que surge como proposta a criação da TN em número temáticos, considerando sua afinidade com a nossa linha editorial: o materialismo histórico e, ao mesmo tempo dialogando com outros referenciais teóricos. Sem desconsiderar a importância de outras revistas TE e seguindo a linha editorial estabelecida em 2002, nossa intenção é sensibilizar outros grupos de pesquisa de TE existentes no Brasil sobre a importância de nossa revista eletrônica como meio de veiculação e mediação do pensamento crítico em relação ao mundo do trabalho, à formação humana e as relações históricas entre trabalho e educação, conforme as linhas de pesquisa do NEDDATE.

 

Taxas para submissão e publicação

 

A Revista TrabalhoNecessário (TN - ISSN: 1808-799X)   não cobra quaisquer taxas por textos submetidos para avaliação de seus pareceristas, bem como não realiza qualquer cobrança relativa ao processo de publicação (revisão, diagramação, impressão e distribuição). Pois, por se tratar de um periódico de acesso livre, não é cobrada, também, qualquer taxa para acesso ou download.