A “MÃO FELIZ” E A “MÃO INFELIZ” DE TRABALHO

Percival Tavares Silva

Resumo


Ensaio – devaneio – sobre possível investigação, em Bachelard, “da ação / da mão
operária sob o jugo da negatividade da alienação” (PESSANHA). Bachelard que se
cobra ao fechar o último livro que publicou: “Mas ainda é tempo para mim de
reencontrar o trabalhador que conheço bem e fazê-lo entrar na minha gravura?”. O
que pressupõe aproximações possíveis entre sua investigação da “mão feliz” (trabalho
do artista em sua positividade) e da “mão infeliz” (alienada – trabalho em sua
negatividade nas sociedades de classes) desenvolvida por Marx.


Palavras-chave


Trabalhador; Mão feliz; Mão infeliz.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/tn.17i32.p28308

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Fontes de Indexação:

        

 

Apoio:

          Resultado de imagem para abec brasil logo

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Contador de visitas
Contador de visitas

acessos a partir de 21/09/2018.