O CONCEITO DE TRABALHO EM VYGOTSKI: APROPRIAÇÃO E DESENVOLVIMENTO DAS PROPOSIÇÕES DE MARX/ENGELS

Adriane Cenci

Resumo


Trabalho aqui será entendido como a transformação da natureza pelo homem. Estudando o legado teórico de Vygotski se percebe aí influência significativa das ideias de Marx, sendo que o conceito de trabalho é um ótimo exemplo para demonstrar tal aproximação. Nessa direção, o que aqui se apresenta caracteriza-se como um ensaio teórico que busca lançar algumas ideias sobre o conceito de trabalho na Teoria Histórico-Cultural – de modo algum se esgotam as possibilidades de relações, trata-se, antes sim, de uma interpretação, uma leitura que aponta encontros nas proposições de Marx/Engels e de Vygotski. Na análise da categoria de trabalho propõe-se dois momentos, o primeiro que percebe o trabalho como alienação e o segundo que o entende como atividade vital. Esse duplo caráter explica-se a partir da análise histórica do trabalho na humanidade. Resumidamente, pode-se afirmar que o trabalho possibilitou ao homem tornar-se humano, mas a divisão social do trabalho na sociedade capitalista acaba alienando o homem nesse processo. Assim, o homem primitivo que no trabalho desenvolveu as ferramentas para ampliar a ação dos seus órgãos sob o meio, a sociedade capitalista veio transformado-o em ferramenta, em máquina.

Palavras-chave


Trabalho; Vygotski; Marx.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/tn.10i15.p6867

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Fontes de Indexação:

        

 

Apoio:

          Resultado de imagem para abec brasil logo

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Contador de visitas
Contador de visitas

acessos a partir de 21/09/2018.