O BID E A AGENDA DO CAPITAL NA REDE MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE FLORIANÓPOLIS

Allan Seki, Hellen Costa, Mariano Melgarejo, Olinda Evangelista

Resumo


A Prefeitura Municipal de Florianópolis (PMF) e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) apresentaram uma minuta de acordo, negociada desde 2012, cujo objetivo declarado é expandir a cobertura e melhorar a qualidade da educação infantil e do ensino fundamental. Nosso trabalho examina o acordo e discute algumas de suas concepções e possíveis desdobramentos funestos para a educação municipal. Sem pretensões de esgotar a questão, buscamos compreender algumas das determinações mais gerais que possibilitaram o Acordo PMF-BID e argumentamos, principalmente, em torno de três eixos (gestão, avaliação e formação docente), que possibilitam aproximações sobre o sentido da reforma proposta.

Palavras-chave


Política educacional; educação municipal de Florianópolis; banco interamericano de desenvolvimento.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/tn.15i26.p9625

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Fontes de Indexação:

        

 

Apoio:

          Resultado de imagem para abec brasil logo

 

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Contador de visitas
Contador de visitas

acessos a partir de 21/09/2018.