Repetição e invenção: o cotidiano do trabalho em saúde, suas tensões, ambiguidades e contradições

Silvio Yasui, Ricardo Sparapan Pena

Resumo


O presente artigo tem por objetivo apresentar reflexões sobre o cotidiano como cenário onde acontecem as práticas do trabalho em saúde, com suas tensões, ambiguidades e contradições. A partir da referencia a duas obras culturais, pretende-se estabelecer um diálogo entre alguns conceitos e as práticas na mobilidade dos territórios que os autores habitam e experimentam: apoio institucional, Educação Permanente em Saúde, da ‘ponta’ dos serviços de saúde mental, da gestão, da universidade. Busca-se construir e defender o cotidiano como plano que comporta a imanência do paradoxo da repetição e da invenção. Ao final, problematizam-se aspectos atuais da macro e da micropolítica que têm sinalizado para um preocupante cenário de fortes conotações fortemente conservadoras.


Palavras-chave


Saúde Coletiva; Gestão em Saúde; Serviços de Saúde, Atenção à Saúde; Sistema Único de Saúde (SUS); Problemas Sociais.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/ayvu.v1i2.22180

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


 

A Ayvu: Revista de Psicologia tem por objetivo favorecer a produção e a livre circulação de ideias que contribuam para a construção de uma Psicologia concernida com sua diversidade interna, suas múltiplas interfaces, o exame crítico de si e de seu tempo, assim como suas implicações teóricas e éticas. Para tanto, opera em regime de fluxo contínuo, publicando artigos originais e inéditos, traduções, entrevistas e resenhas.

Convidamos todas e todos que compartilham dos nossos objetivos a conhecer nossas publicações, e a contribuir com a produção de novos materiais.

Boas leituras!


Equipe editorial

Ana Cabral Rodrigues, Universidade Federal Fluminense (UFF)

Augusto Cesar Freire Coelho, Universidade Federal Fluminense (UFF)

Camilo Barbosa Venturi, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

Gustavo Cruz Ferraz, Universidade Federal Fluminense (UFF)

Thiago Constâncio Ribeiro Pereira, Universidade Federal Fluminense (UFF)