Práxis solidária nas viagens e o enfrentamento dos problemas socioambientais

Rafael A. A. Fortunato, Elza Neffa

Resumo


Este artigo incorpora a práxis solidária como a categoria de análise que é capaz de dar sustentação teórico-prática a ações estratégicas de enfrentamento da crise socioambiental contemporânea, primeiramente, no âmbito da atividade turística e, posteriormente, em outras atividades humanas. Neste artigo, refletimos  sobre o conceito práxis solidária e sua tradução em momentos de viagens, com base na análise de quatro elementos: (a) interesse turístico, (b) encontro com atrativos e pessoas, (c) contextualização da experiência e (d) reflexão crítica. Adotamos a categoria práxis solidária no âmbito da investigação etnográfica realizada durante  vinte e três dias de viagem por dois estados dos Estados Unidos da América - Nova York e Califórinia - com o objetivo de testar e validar essa metodologia. A categoria práxis solidária foi considerada adequada para a interpretação pretendida, por ela permitir uma maior compreensão das manifestações culturais do país visitado, uma reflexão crítica sobre as contradições visualizadas na realidade e uma busca de soluções para os problemas socioambientais.


Palavras-chave


Práxis; Solidariedade; Turismo; Crítica.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/rcc.v1i13.38440

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN 2238-9288

NEPeTS - Núcleo de Estudos e Pesquisas em Teoria Social