Revista Enfil https://periodicos.uff.br/enfil <p><strong>A <em>Revista Enfil</em> </strong>é uma publicação científica semestral do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Filosofia Política e Educação – NuFiPE, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal Fluminense – UFF. Publicamos pesquisas diversas no campo da Educação Popular, estudos críticos sobre trabalho, capitalismo e emancipação humana, assim como a relação entre trabalho e educação. Contatos: revistaenfil@gmail.com </p> <p><strong>ISSN:</strong> 2317-6628</p> <p><strong>Qualis B2</strong></p> pt-BR <p>A Revista En_fil aceita manuscritos originais em português, italiano, espanhol e inglês. Se o manuscrito original for redigido em língua estrangeira, ele deve ser acompanhado da versão em português.</p><p> </p><p>A Revista En_fil não cobra taxas referentes à submissão, à avaliação ou à publicação de artigos. Oferece acesso livre, gratuito e imediato a todos os leitores, independentemente de cadastramento no site.</p><p> </p> vermelhocosta@yahoo.com.br (Reginaldo Scheuermann Costa) luiz.augusto1201@gmail.com (Luiz Augusto Gomes) Sat, 04 Nov 2023 00:00:00 +0000 OJS 3.2.1.0 http://blogs.law.harvard.edu/tech/rss 60 RESENHA "O AMANHÃ NÃO ESTÁ A VENDA": Contribuições e reflexões em tempos de pandemia https://periodicos.uff.br/enfil/article/view/56586 <p>A resenha crítica apresenta as principais contribuições de Ailton Krenak, uma das principais lideranças indígenas e intelectual de nossa contemporaneidade. Partindo da ideia do quanto é difícil ter concentração e inspiração para ler, escrever e estudar na quarentena, a autora se aproxima de Krenak, que como outros autores, estão aceitando esse desafio, de pensar de forma crítica o tempo presente, tão inédito e raro para nossa geração. Inspirada pelas ideias do autor, por fim, a autora anuncia algumas impressões sobre a pandemia e suas repercussões para a Educação e para o modo como entendemos a infância. O livro apresenta o olhar de quem vive um distanciamento social conectado com a natureza e pode ser um importante livro para encarar os desafios que a pandemia do coronavírus estão impondo ao modo de viver contemporâneo e urbano. A leitura deste livro é indispensável para abandonar a angústias e a paralisia que a pandemia nos provoca. A leitura de Krenak convoca seus leitores para a alteridade e o respeito aos conhecimentos e sabedorias que revelam uma ancestralidade que esteve tanto tempo à margem. Krenak ajuda a pensar estratégias de ação com as suas reflexões. O primeiro deles: parar de vender o amanhã!&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;</p> Isabela Pereira Lopes Copyright (c) 2023 https://periodicos.uff.br/enfil/article/view/56586 Sat, 04 Nov 2023 00:00:00 +0000 A ESCOLA EM TEMPO PANDÊMICO https://periodicos.uff.br/enfil/article/view/57521 <p>O contexto pandêmico trouxe para o cotidiano escolar novos desafios e perspectivas, diante de mudanças já em curso, porém, aceleradas frente à pandemia do Covid-19. Este artigo tem por objetivo refletir sobre o espaço escolar em tempos de pandemia, analisando a conjuntura do ensino remoto implementado nas escolas públicas do Estado de São Paulo. A pesquisa, baseou-se em levantamento bibliográfico e normativas disponíveis em plataformas oficiais. No segundo momento, respaldou-se em informações obtidas através de um questionário aplicado junto a professores, gestores e equipe pedagógica de uma escola pública estadual do município de Dracena/SP. A análise dos dados e a discussão proposta demonstram as dificuldades de adaptação diante da necessidade do distanciamento social, tanto de professores quanto de alunos, mas também evidenciam algumas estratégias bem sucedidas colocadas em prática para minimizar os impactos na evasão e defasagem no ensino aprendizagem.</p> Nicole Mieko Takada Moreti Copyright (c) 2023 https://periodicos.uff.br/enfil/article/view/57521 Sat, 04 Nov 2023 00:00:00 +0000 A INTERCONEXÃO ENTRE SAÚDE HUMANA, ANIMAL E AMBIENTAL: A URGÊNCIA DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA PREVENÇÃO DE PANDEMIAS https://periodicos.uff.br/enfil/article/view/57418 <p align="justify"><span style="font-family: Arial, sans-serif;"><span style="font-size: small;">A crise ambiental elevou a probabilidade do surto de doenças transmitidas por vetores e zoonoses, aumentando o surgimento de doenças ainda desconhecidas pela ciência e de novas pandemias. A interdependência dos sistemas de saúde humana, animal e ambiental destaca a necessidade de educação ambiental localizada e conscientização de todas as partes interessadas para promover a saúde coletiva e o desenvolvimento sustentável. Diante disso, faz-se necessário a criação de projetos educacionais ambientais para abordar essa interconexão e ajudar a prevenir futuras pandemias. </span></span></p> <p align="justify"><span style="font-family: Arial, sans-serif;"><span style="font-size: small;"><strong>Palavras-chaves: </strong></span></span><span style="font-family: Arial, sans-serif;"><span style="font-size: small;"><em>One health</em></span></span><span style="font-family: Arial, sans-serif;"><span style="font-size: small;">; degradação ambiental; pandemia; educação ambiental.</span></span></p> <p align="justify">&nbsp;</p> Joziani Kuster, José Vicente Lima Robaina Copyright (c) 2023 https://periodicos.uff.br/enfil/article/view/57418 Sat, 04 Nov 2023 00:00:00 +0000 O PENSAMENTO URBANOCÊNTRICO: E UMA REALIDADE DISTINTA NO INTERIOR DO AMAZONAS https://periodicos.uff.br/enfil/article/view/57442 <p>A pandemia de COVID-19 que assolou/e ainda encontra-se em curso no planeta, afetou diversos aspectos da sociedade, e a educação não foi diferente. Diante disso, o presente trabalho tem por objetivo analisar e discutir as ações de ensino remoto adotadas pela Secretaria de Estado Educação e Qualidade de Ensino-SEDUC/Amazonas durante os anos de 2020 e 20221, considerando as múltiplas e complexas realidades brasileiras, em especial nas relações centro-periferia e urbano- campo. O presente artigo teve como principais metodologias a revisão bibliográfica, trabalho de campo, entrevistas com professores e alunos da rede pública SEDUC/Amazonas. Os principais resultados foram: a) os professores se mostraram incomodados em sua grande maioria com a necessidade de utilizar plataformas digitais “do dia para a noite”, sem qualquer treinamento prévio; b) dificuldade de acesso à internet na maioria dos municípios amazonense; c) e principalmente a realidade dos alunos, que na maioria dos casos não dispunham de aparelho de celular, muito menos de internet para acompanhar as aulas online. Diante do exposto, é perceptível a discrepância de realidades na educação.<br>Palavras- Chaves: Ensino Emergencial; Desafios na Educação; Interior do Amazonas.</p> Camila Louzada, Armando Brito da Frota Filho Copyright (c) 2023 https://periodicos.uff.br/enfil/article/view/57442 Sat, 04 Nov 2023 00:00:00 +0000 EDUCAÇÃO EM TEMPOS DE ISOLAMENTO E NEOCONSERVADORISMO https://periodicos.uff.br/enfil/article/view/57425 <p>O presente ensaio consiste em um exercício de reflexão/problematização sobre a prática docente e a produção de conhecimento durante o contexto de pandemia (2020/2021) e de neoconservadorismo brasileiro (LACERDA, 2019), a partir de reflexões de duas professoras de Sociologia, atuantes na escola básica privada e na universidade pública. Neste cenário, marcado pela reconfiguração dos modos de vida e pela intensificação da precarização do trabalho docente, elencamos como eixo teórico, as dimensões da educação propostas por Biesta (2012): a qualificação, a socialização e a subjetivação. Dessa forma, buscamos problematizar os sentidos da adaptação da modalidade de aulas não presenciais ao ensino remoto, com ênfase nas limitações e nos efeitos da relação pedagógica produzida na sala de aula <em>online,</em> e na adequação de conteúdos programáticos às videoaulas.</p> Ingrid Gomes, Pâmela Esteves Copyright (c) 2023 https://periodicos.uff.br/enfil/article/view/57425 Sat, 04 Nov 2023 00:00:00 +0000 SOCIEDADE E POLÍTICA: A EDUCAÇÃO BRASILEIRA NO CONTEXTO PANDÊMICO https://periodicos.uff.br/enfil/article/view/57332 <p>O texto discute a educação do Brasil em 2020 e 2021, na pandemia da Covid-19. Objetiva relacionar o contexto sociopolítico com as diretrizes federais de educação para a pandemia. Concebemos sociedade a partir de Elias (1994), traçando relações com os aspectos políticos discutidos por Santos (2021). Analisamos as orientações dos documentos federais da Educação Básica, a partir de Bacellar (2010), para refletir sobre as aprendizagens possíveis com o vírus. Concluímos que os discursos de soberania da economia interferiram em como as diretrizes foram pensadas, ignorando as desigualdades.</p> Isadora Alves Roncarelli, Nilda Stecanela Copyright (c) 2023 https://periodicos.uff.br/enfil/article/view/57332 Sat, 04 Nov 2023 00:00:00 +0000 TECNOLOGIAS E O DIREITO À EDUCAÇÃO ESCOLAR: UMA ANÁLISE SOBRE A LEI DE NÚMERO 14.172/21 NO CONTEXTO EDUCACIONAL BRASILEIRO https://periodicos.uff.br/enfil/article/view/57348 <p>O objetivo desse artigo é discutir, de forma contextualizada, a Lei de nº 14.172/21, conhecida como Lei da Conectividade, no contexto educacional brasileiro. Para tanto, aborda sua gênese, bem como seu processo de discussão e implementação com auxílio de contribuições teóricas de Álvaro Vieira Pinto (2005) e Florestan Fernandes (1973). O contexto pandêmico evidenciou diferentes fragilidades na educação pública brasileira e colocou em risco a garantia e a qualidade do acesso à educação escolar. Nesse cenário, destacam-se a falta de compromisso e uma atuação omissa por parte do governo federal da época, que teve, como principal resultado, a queda na aprendizagem em todos os níveis de ensino da Educação Básica.</p> Douglas Silva Santos Copyright (c) 2023 https://periodicos.uff.br/enfil/article/view/57348 Sat, 04 Nov 2023 00:00:00 +0000 O O PROJETO AULA EM CASA NO AMAZONAS: https://periodicos.uff.br/enfil/article/view/57404 <p>O presente artigo é resultado de estudos e pesquisas realizadas em duas escolas da rede estadual do Amazonas durante o período de 2020 e 2021. E teve como objetivo geral conhecer as atividades lúdicas utilizadas pelos professores do 1º ano do Ensino Fundamental, durante o regime de aulas não presenciais. E como específicos, verificar quais foram às atividades lúdicas desenvolvidas pelos professores para os alunos do 1º ano, do Ensino Fundamental durante o período pandêmico, assim como identificar se os docentes obtiveram retorno das atividades propostas os alunos nas aulas <em>on-line</em> e analisar as contribuições das atividades lúdicas para o processo de alfabetização. A pesquisa caracteriza-se por uma pesquisa de natureza qualitativa, e, teve como método de abordagem a fenomenologia, técnicas de coleta de dados a entrevista semiestruturada com professores da rede estadual que lecionaram para os alunos do 1º ano do Ensino Fundamental durante a vigência do regime de aulas não presenciais no ano de 2020. O resultado da entrevista expôs que Projeto Aula em Casa, adotado pela SEDUC/AM não obteve os resultados esperados devido às diversas dificuldades, entre elas, cito a ausência de apoio dos pais e responsáveis na realização das atividades enviadas às crianças, a limitação de acesso à internet, o uso de aparelhos telefônicos e ferramentas digitais. &nbsp;</p> Rosana Ramos de Souza, Cleize Mara Moreira Pessoa Copyright (c) 2023 https://periodicos.uff.br/enfil/article/view/57404 Sat, 04 Nov 2023 00:00:00 +0000 ANÁLISE PRELIMINAR DO IMPACTO DA PANDEMIA NA EDUCAÇÃO ESPECIAL PELA ÓTICA DE PROFESSORES DA SALA DE RECURSO MULTIFUNCIONAL EM PARINTINS NO BAIXO AMAZONAS https://periodicos.uff.br/enfil/article/view/57392 <p>A partir da contemporaneidade a Educação Especial ganha destaque acarretando mudança de paradigmas no que concerne o processo de inclusão de verdade e garantir a aprendizagem de todos os alunos na escola regular, fortalecendo a formação dos professores e criando uma rede de apoio entre alunos, docentes, gestores escolares, famílias e profissionais de saúde a partir do período pandêmico que o mundo vivenciou com a COVID-19. Este Trabalho de Conclusão de Curso, origina-se a partir&nbsp;de um problema que atingiu diretamente questões histórico-sociais, no âmbito das escolas públicas do município de Parintins no Baixo Amazonas, por meio de observações, conversas e diálogos informais com os professores de Salas de Recursos Multifuncionais. Realizou-se um levantamento bibliográfico das legislações e marcos importantes para o campo da Educação Especial, dando destaque ao Atendimento Educacional Especializados (AEE) em SRM e os impactados da COVID-19 nas mesmas, baseado nos autores Diniz (2021 e 2022), Marquezini, Tanaka, Busto (2013), Soares e Carvalho (2012), Figueira (2016). Os resultados apontam para a importância do AEE na SRM para o acompanhamento adequado dos alunos que necessitam, apontando a relevância desse atendimento em período pandêmico.</p> <p>&nbsp;</p> <p><strong>Palavras-Chaves: </strong>Pandemia, Educação Especial, Sala de Recurso Multifuncional.</p> Beatriz Souza de Sena dos Santos, Denilson Diniz Pereira Copyright (c) 2023 https://periodicos.uff.br/enfil/article/view/57392 Sat, 04 Nov 2023 00:00:00 +0000 AS FORÇAS DE TRABALHO E A PRODUTIVIDADE: UMA ANÁLISE DE MEMES QUE CONTRIBUÍRAM PARA O PROCESSO DE (RE)CONSTRUÇÃO DE PROFESSORES NA PANDEMIA https://periodicos.uff.br/enfil/article/view/57096 <p>A pandemia da Covid-19 trouxe um novo ensinar-pesquisar àqueles que estão em sala de aula. A saída do “habitat” natural, para os docentes, foi dolorosa e cruel, tendo em vista que precisaram descontruir anos de docência num espaço curtíssimo de tempo. Desse modo, tomando como base os postulados de Deleuze e Guattari (1995), acerca da noção de cartografia, atrelada à importância do processo em qualquer setor da atividade humana, este ensaio pretende apresentar de que modo os hipergêneros (MAINGUENEAU, 2010) memes da internet contribuíram/contribuem para a construção dos estereótipos acerca dos professores, bem como para sua construção identitária no momento pandêmico.</p> Thatiana Muylaert Copyright (c) 2023 https://periodicos.uff.br/enfil/article/view/57096 Sat, 04 Nov 2023 00:00:00 +0000 OS DESAFIOS NA RELAÇÃO PROFESSOR-ALUNO EM TEMPOS DE PANDEMIA DA COVID-19 https://periodicos.uff.br/enfil/article/view/57238 <p><span style="font-weight: 400;">O presente artigo tem por objetivo apresentar as análises acerca dos maiores desafios estabelecidos na relação professor-aluno na modalidade de Educação Remota, no contexto da pandemia da COVID-19 sob a perspectiva dos docentes, graduandos e pós graduandos do Instituto de Ciências da Educação, da Universidade Federal do Pará, elencando as adaptações necessárias realizadas para efetividade no processo de ensino-aprendizagem, as dificuldades no acesso à internet e o uso das Tecnologias Digitais da Informação e Tecnologia - TDICs, assim como buscar entender a relação professor-aluno no período pandêmico. Optou-se por uma pesquisa documental e bibliográfica, com estudo exploratório e descritivo, com abordagem quali-quantitativa, a partir das respostas obtidas via questionário, tendo como público alvo professores e alunos do Instituto de Ciências da Educação&nbsp; da Universidade Federal do Pará, abrangendo os cursos de graduação de Licenciatura em Pedagogia e Educação Física e Pós Graduação. Dentre os resultados obtidos, notou-se I) As dificuldades no acesso à internet e as Tecnologias Digitais da Informação e Comunicação - TDICs utilizadas no Ensino Remoto durante o contexto; II) A relação professor- aluno e seus desafios no Ensino Remoto em tempos de pandemia e III) Maiores desafios da Educação Remota sob a perspectiva dos docentes, graduandos e pós graduandos.</span></p> Maria Jose de Castro Nunes, Willian Lazaretti da Conceição Copyright (c) 2023 https://periodicos.uff.br/enfil/article/view/57238 Sat, 04 Nov 2023 00:00:00 +0000 SENTIMENTOS DE PROFESSORES E PROFESSORAS EM RELAÇÃO À SUA PROFISSÃO NO CONTEXTO DA PANDEMIA: UM ESTUDO NO ENSINO MÉDIO. https://periodicos.uff.br/enfil/article/view/57352 <p>Este artigo é resultado de uma pesquisa que descreveu e analisou os sentimentos dos professores e professoras atuantes no ensino médio da educação básica de escolas públicas da cidade de Manaus em relação à sua profissão, vivenciados no contexto de pandemia da Covid-19 e a partir dessa vivência a indagação se continuariam nessa profissão. O contexto pandêmico se apresentou abrupto e se fez urgente e necessário que a escola assumisse a prática de uma metodologia que desse conta do processo ensino-aprendizagem utilizando-se de mediações tecnológicas que fazem parte da sociedade, contudo ainda não totalmente disseminada e distante de muitas realidades de professores e alunos. Diante dessa perspectiva, este estudo tem as seguintes indagações: como se encontra os sentimentos dos professores e professoras, para com: seus alunos (as), suas condições de trabalho, sua carga horária de trabalho, sua formação, sua autonomia e prática pedagógica, seu tempo de lazer, seu salário e como se sente na sociedade diante do atual contexto. Tem como metodologia a pesquisa descritiva e explicativa, utilizando uma entrevista semiestruturada, com análise qualitativa. Infere-se que há tantos sentimentos favoráveis como desfavoráveis para o exercício profissional diante desse contexto, evidenciou-se que a prática demonstra a fragilidade do sistema de educação brasileiro e a distância da educação de qualidade expressa em documentos como a Constituição Federativa e a Lei de Diretrizes e Bases da Educação. Os sentimentos desfavoráveis foram, em maioria, destacados em relação aos alunos, condições de trabalho, carga horária, tempo livre, salário, e como o docente se sente diante da sociedade brasileira. O equilíbrio entre os sentimentos favoráveis e desfavoráveis foram citados em relação a formação inicial e em relação a autonomia didático pedagógica. Mesmo com inúmeras adversidades, a esperança e a perseverança na profissão foram amplamente perceptíveis e descritas pelos profissionais em maioria, ao serem taxativos em não almejar abandonar a profissão.</p> Francisca Maria Coelho Cavalcanti, Maria Manoela Oliveira da Silva Copyright (c) 2023 https://periodicos.uff.br/enfil/article/view/57352 Sat, 04 Nov 2023 00:00:00 +0000 MENINAS VESTEM ROSA, MENINOS VESTEM AZUL E O CONSERVADORISMO VESTE FARDA: https://periodicos.uff.br/enfil/article/view/57415 <p><span class="TextRun SCXW93640192 BCX0" lang="PT-BR" xml:lang="PT-BR" data-contrast="auto"><span class="NormalTextRun SCXW93640192 BCX0" data-ccp-parastyle="Preformatted Text">Este estudo teve como objetivo analisar as configurações e impactos da agenda familista nos sucessivos ataques aos ordenamentos jurídico-legais e à educação pública. Parte de uma análise sobre a atuação do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH), sob o comando da Ministra </span><span class="NormalTextRun SpellingErrorV2Themed SCXW93640192 BCX0" data-ccp-parastyle="Preformatted Text">Damares</span><span class="NormalTextRun SCXW93640192 BCX0" data-ccp-parastyle="Preformatted Text"> Alves, e da incidência desta gestão, e do projeto a que se filiou, no campo da educação. Em tal projeto há uma presença supervalorizada da família para a reprodução social, em detrimento do Estado, o que representa um retrocesso em várias pautas estruturantes, dando espaço para a defesa de propostas ultraconservadoras como as de combate à “ideologia de gênero” e de defesa do modelo único de família.&nbsp; Esta perspectiva está no centro das pautas da nova direita, materializada no Brasil mais recentemente pela eleição do Presidente Jair Messias Bolsonaro, que lançou&nbsp;mão, através do MMFDH, de uma série de políticas públicas chamadas de familiares com incidência em diferentes campos. Consideramos que uma gramática político-pedagógica alicerçada no fascismo, no pânico moral e no desmantelamento do Estado, teve </span><span class="NormalTextRun SCXW93640192 BCX0" data-ccp-parastyle="Preformatted Text">severos rebatimentos</span><span class="NormalTextRun SCXW93640192 BCX0" data-ccp-parastyle="Preformatted Text"> na educação. Para atender aos objetivos propostos, realizou-se revisão da literatura sobre as principais categorias abordadas, e a análise documental de atos normativos e documentos institucionais do MMFDH.&nbsp;Ainda que estejamos vivenciando um momento de transformação no cenário político consideramos importante evidenciar para não repetirmos os atos absurdos da história recente. </span></span><span class="EOP SCXW93640192 BCX0" data-ccp-props="{&quot;335551550&quot;:6,&quot;335551620&quot;:6}">&nbsp;</span></p> Raquel de Aragão Uchôa Fernandes, Mirella Cavalcante Vilar Lima Copyright (c) 2023 https://periodicos.uff.br/enfil/article/view/57415 Sat, 04 Nov 2023 00:00:00 +0000 LUTA E RESISTÊNCIAS https://periodicos.uff.br/enfil/article/view/55715 <p>O artigo tem como afinco analisar a compreensão decolonial e libertária presente sob a realidade feminista negra no Brasil. O estudo apresenta as lutas feministas diante das questões emancipatórias na sociedade brasileira e o contexto histórico em implicações libertárias e decoloniais em perspectivas. As resistências ocorrem por meio dos fatores condicionados a estas mulheres e aos seus diferentes grupos – como jovens e a população negra em si. Os diálogos retomam os pontos existentes entre a luta e resistências – mostrando percursos possíveis para a concretização de um feminismo negro no Brasil decolonial e libertário.</p> Fernando Santos Barbosa Copyright (c) 2023 https://periodicos.uff.br/enfil/article/view/55715 Sat, 04 Nov 2023 00:00:00 +0000