AULAS EXPERIMENTAIS NO ENSINO DE CIÊNCIAS: POSSIBILIDADES E DESAFIOS NO CONTEXTO ESCOLAR DO 6° ANO DE UMA ESCOLA MUNICIPAL EM ENTRE RIOS-BA

Edilma Nunes de Jesus, Jamerson Souza da Costa, Jeane Denise de Souza Menezes, Cláudia Regina Texeira Souza, Flavia Regina Sobral Feitosa, Haiane Pessoa da Silva

Resumo


As atividades experimentais são mais que ferramentas de ensino, podendo ser consideradas como parte essencial à construção do conhecimento científico exigido pela sociedade contemporânea. Nesse contexto, este trabalho visa analisar a importância das aulas experimentais na Escola Municipal Centro Educacional Professora Maria de Lourdes Almeida Veloso - Entre Rios/BA, bem como tecer algumas considerações a respeito da importância dessa modalidade didática, analisando a postura do educador de Ciências e seu desempenho na condução dos experimentos em sala de aula. Para tanto, foram realizadas na turma de 6º ano do ensino fundamental: observações das aulas de ciência, oficinas pedagógicas com os professores sobre a manipulação de experimentos e aplicação de questionários aos 04 professores de Ciências e aos 20 alunos de uma turma da escola. Os dados obtidos confirmaram a necessidade de aulas experimentais no ensino de Ciências que, por sua vez, possibilitem uma aprendizagem significativa e contextualizada.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/esa.v9i2.501

Apontamentos

  • Não há apontamentos.