ENSINO POR INVESTIGAÇÃO EM AULAS DE CIÊNCIAS: RECONSTRUÇÃO DE IDEIAS DOS ALUNOS SOBRE FLUXO DE ENERGIA

Fabiana Brandelero Cezar, Aline Alves da Silva, Daniela Frigo Ferraz, Lourdes Aparecida Della Justina

Resumo


O conhecimento ecológico atual aponta que todos os seres vivos, direta ou indiretamente, dependem da energia solar para a sobrevivência e que as relações alimentares entre os seres vivos não são lineares. O objetivo do presente trabalho foi diagnosticar as percepções dos alunos sobre o fluxo de energia durante o desenvolvimento de um módulo didático com abordagem investigativa no contexto de um subprojeto do PIBID. Para tanto se desenvolveu uma intervenção mediante módulo didático com alunos do 9º ano do Ensino Fundamental de uma escola da rede pública da cidade de Cascavel-PR. Os dados foram coletados por meio de instrumentos diversos: montagem de relações alimentares, fichas de acompanhamento, mapas conceituais, vídeo gravação e gravação em áudio. Ao analisar as concepções prévias advindas dos alunos, decorrentes da problematização inicial, percebeu-se que esses possuíam conhecimentos sobre as relações alimentares que ocorrem entre os organismos vivos, entretanto, na análise da primeira relação alimentar, evidenciou-se a predominância de uma visão linear da cadeia alimentar. No decorrer das atividades percebeu-se que as concepções dos alunos se tornaram mais complexas, estes passaram a tecer relações alimentares não apenas de forma linear, mas de modos diversos, como redes alimentares. Considera-se que a metodologia investigativa instigou os alunos a reconstruir seu conhecimento no caso do fluxo de energia.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/esa.v9i3.464

Apontamentos

  • Não há apontamentos.