TRILHAS, EDUCAÇÃO AMBIENTAL E ENSINO DE CIÊNCIAS: INVESTIGANDO COMO ESTA INTERSEÇÃO ESTÁ SENDO APRESENTADA EM REVISTAS E EVENTOS DAS ÁREAS.

Mylena Guedes Passeri, Marcelo Borges Rocha

Resumo


As problemáticas ambientais são frutos de uma crise socioambiental historicamente construída e que ameaça constantemente a qualidade de vida da população. As caminhadas por trilhas são atividades que aproximam o visitante ao meio ambiente e apresentam alto potencial para a promoção de uma Educação Ambiental (EA) capaz de sensibilizar os participantes e promover maior esclarecimento sobre o meio. Neste trabalho foram investigados trabalhos que abordassem o uso de trilhas para a promoção de uma EA no ensino, em especial no Ensino de Ciências, em revistas e anais de eventos da área de EA e de Ensino. Os objetivos incluíram identificar a abordagem de EA defendida, as finalidades da trilha, o público alvo de investigação no trabalho e se a trilha foi percorrida ou apenas relatada. Nos vinte e dois trabalhos analisados, observou-se a predominância de trabalhos alinhados à EA crítica, voltados para o público estudantil, com finalidade educativa e sendo exploradas nos trabalhos através de caminhada. Pretende-se, a partir da análise e discussão desse perfil, contribuir para um mapeamento das pesquisas com trilhas como instrumentos para a EA no Ensino de Ciências. Por fim, o presente estudo indica novos questionamentos sobre a prática docente, a pesquisa e a participação destes profissionais em eventos e publicações em revistas.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/esa.v10i1.578

Apontamentos

  • Não há apontamentos.