O cinema e a percepção do espaço-tempo: uma perspectiva bergsoniana / The cinema and the perception of space-time: a Bergsonian perspective

Autores

  • Marcio Barreto

DOI:

https://doi.org/10.22409/geograficidade2015.51.a12920

Palavras-chave:

Bergson, Espaço-tempo, Percepção

Resumo

Na virada do século XIX para o XX, o cinema e a ciência mudaram as concepções de tempo e de espaço: os limites da percepção humana foram evidenciados pela fusão entre a realidade e a realidade pensada. Tendo como pano de fundo a distinção entre inteligência e intuição em Bergson, este artigo explora como o cinema dissolve as fronteiras entre arte e ciência ao recombinar espaço e tempo num amálgama que se revela tão real quanto artificial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ARBEITER verlassen die Fabrik. Direção de Harun Farocki. Alemanha: Harun Farocki Filmproduktion, 1995. 36 min.

BERGSON, Henri. A Evolução Criadora. Lisboa: Edições 70, 2001.

______. Durée et Simultanéité. Paris: Quadridge/P.U.F., 1998.

______. La Pensée et le Mouvant. Paris: Quadridge/P.U.F., 1999.

______. Matéria e Memória. São Paulo: Martins Fontes, 1999b.

BRESSON, Robert. Notes sur le cinématografe. Paris: Gallimard, 1975.

CAVE of Forgotten Dreams. Direção de Werner Herzog. Canadá, EUA, França, Reino Unido, Alemanha: Creative Differences, History Films, Ministère de la Culture et de la Communication, Arte France (co-production), Werner Herzog Filmproduktion (co-production), More4, 2010. 1 DVD (90 min.)

CORET, André. L'apréhension du réel. Amsterdã: Overseas Publishers Association, 1997.

DE BROGLIE, Louis. A general survey of the work of Albert Einstein. In: SCHILPP, P. A. (Org.) Albert Einstein: philosopher scientist. Nova York: Harper & Row, 1949.

DELEUZE, Gilles. Cinema – II: A imagem tempo. 1ª ed. São Paulo: Editora Brasiliense, 2005.

DIE SCHÖPFER der Einkaufswelten. Direção de Harun Farocki. Suíça: Harun Farocki Filmproduktion, 2001. 75 min.

EPSTEIN, Jean. Ecrits sur le cinema. 1921 – 1953. Paris: Seghers, 1974.

FERREIRA, P.; BARRETO, M. Fotografia, cinema e velocidade. Revista ComCiência, Campinas, v. 93, nov. 2007. Disponível em: <http://www.comciencia.br/comciencia/?section=8&edicao=30&id=352>. Acesso em: 20 jul. 2013.

FOUCAULT, Michel. Estética: Literatura e Pintura, Música e Cinema. (Trad. de Inês Autran Dourado.) Rio de Janeiro: Forense, 2001.

GROYS, Boris. Iconoclastic Delight. (Trad. de Diego Jair Vicentin.) Ostfildern: Hatje Cantz, 2008.

HOLTON, Gerald. Science en Glorie, Science en Procès. Entre Einstein et aujourd'hui. Paris: Gallimard, 1996.

JUNG, Carl Gustav. Sincronicidade. Petrópolis: Editora Vozes, 2000.

L'ARRIVÉE d'un train à La Ciotat. Direção de Auguste Lumière, Louis Lumière. França: Lumière, 1895. 1 min.

MERLEAU-PONTY, Maurice. Fenomenologia da Percepção. 2.ª ed. São Paulo: Martins Fontes, 1999.

MORTE a Venezia. Direção de Luchino Visconti. Itália: Alfa Cinematografica, 1971. 1 DVD (130 min.)

SANTOS, Laymert Garcia. Politizar as novas tecnologias. 1.ª ed. São Paulo: Editora 34, 2003.

SOLYARIS. Direção de Andrei Tarkovski. URSS: Creative Unit of Writers & Cinema Workers, Kinostudiya "Mosfilm", Unit Four, 1972. 1 DVD (167 min.)

TARKOVSKY, Andrei. Esculpir o tempo. 1.ª ed. São Paulo: Martins Fontes, 1990.

THE PURPLE Rose of Cairo. Direção de Woody Allen. EUA: Orion Pictures, 1985. 1 DVD (82 min.)

UNCLE Josh at the Moving Picture Show. Direção de Edwin S. Porter. EUA: Edison Manufacturing Company, 1902. 2 min.

VÉNUS noire. Direção de Abdellatif Kechiche. França: MK2 Productions (co-production), France 2 Cinéma (co-production), CinéCinéma (co-production), 2010. 1 DVD (162 min.)

VIRILIO, Paul. A Bomba Informática. 1.ª ed. São Paulo: Estação Liberdade, 1999.

______. Guerra e Cinema: logística da percepção. São Paulo: Boitempo, 2005.

Downloads

Publicado

2014-11-30

Edição

Seção

Artigos