QUANDO INDICAR O USO DA FIBRINA RICA EM PLAQUETAS (PRF) NA IMPLANTODONTIA ORAL? - REVISÃO DE LITERATURA

Rodrigo Resende

Resumo


Resumo

            Nos últimos anos em todo o mundo, diversas pesquisas científicas realizadas nas áreas de Medicina e Odontologia tem tido como seu tema central à engenharia tecidual envolvendo biomateriais. Essas pesquisas estão sendo realizadas para que possa responder algumas lacunas encontradas no tratamento de lesões relacionados a tecidos moles e duros para uma correta e completa reabilitação dos pacientes. Com isso, os biomateriais enriquecidos com plaquetas ganharam uma maior evidência por estarem proporcionado ótimos resultados no dia a dia da clínica odontológica, em especial na área de implatodontia oral, onde há uma grande necessidade de reabilitar pacientes que sofreram perdas desses tecidos e que se torna imprescindível sua recuperação para um correto posicionamento dos implantes osseointegráveis. A Fibrina Rica em Plaquetas (PRF) é um concentrado, obtido de sangue centrifugado do próprio paciente sem qualquer aditivo, que pode ser considerado um biomaterial de cicatrização autólogo que possui incorporado a ele leucócitos, plaquetas e uma vasta gama de proteínas-chave em uma uma matriz densa de fibrina. As aplicações clínicas deste biomaterial na clínca de implantodontia oral são no prenchimento de alvéolos pós-extração para hemostasia ou associado a enxertos ósseos, levantamento de seio-maxilar ficando em contato direto com a membrana de Schneider, no recobrimento de enxertos instalados sobre alvéolos para que se evite exposição ou traumas externos, dentre outros que auxiliam o dia a dia dos profissionais que trabalham nesta área. Isso com um baixo custo e uma alta taxa de sucesso. O objetivo deste trabalho é realizar uma revisão da literatura demostrando as vantagens e indicações do uso deste biomaterial como auxilio no tratamento de pacientes na clínica de implantodontia oral.

Palavras-chave: Fibrina rica em plaquetas; Implantodontia; Biomaterial.

Abstract

In recent years around the world, several scientific researches carried out in the areas of Medicine and Dentistry have had as their central theme the tissue engineering involving biomaterials. These researches are being conducted to answer some gaps found in the treatment of soft and hard tissue-related injuries for correct and complete rehabilitation of patients. With this, platelet-enriched biomaterials have gained greater evidence because they provide excellent results in daily dental practice, especially in the area of oral implants, where there is a great need to rehabilitate patients who have suffered loss of these tissues. their recovery is essential for the correct positioning of osseointegrated implants. Platelet Rich Fibrin (PRF) is a concentrate obtained from the patient's own centrifuged blood without any additive that can be considered an autologous healing biomaterial that incorporates leukocytes, platelets and a wide range of key proteins into it. a dense matrix of fibrin. The clinical applications of this biomaterial in the oral implant dentistry clinic are in the filling of post-extraction alveoli for hemostasis or associated with bone grafts, sinus-maxillary lift being in direct contact with the Schneider membrane, in the covering of grafts installed over the alveoli so that Avoid exposure or external trauma, among others that help the daily lives of professionals working in this area. This with a low cost and a high success rate. The aim of this paper is to perform a literature review demonstrating the advantages and indications of the use of this biomaterial as an aid in the treatment of patients in the oral implant dentistry clinic.

 Key-words: Platelet-rich fibrin; Implant dentistry; Biomaterial.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.22409/ijosd.v0i54.41000

Apontamentos

  • Não há apontamentos.