ADVANCES IN SURFACE TREATMENT OF DENTAL IMPLANTS: A LITERATURE REVIEW

Autores

  • Leticia Gonçalves Ferreira Universidade Federal Fluminense – UFF
  • Tamyres Silva Salles Universidade Iguaçu – UNIG
  • Eduardo Aguiar Câmara Universidade Veiga de Almeida – UVA
  • Giovanna Pesce Universidade Federal Fluminense – UFF
  • Rodrigo Figueiredo De Brito Resende Universidade Federal Fluminense – UFF
  • Marcelo José Pinheiro Guedes De Uzeda Universidade Federal Fluminense – UFF
  • Mônica Diuana Calasans-Maia Universidade Federal Fluminense – UFF
  • Suelen Cristina Sartoretto Universidade Veiga de Almeida – UVA

Resumo

Amplamente utilizados para substituir dentes perdidos, os implantes dentários nos últimos anos vêm apresentando tecnologias como superfícies com micro e nanotopografia e ajustes nas composições químicas, dentre outros, para melhorar a osseointegração e reduzir o prazo de tratamento, permitindo, assim, carga funcional imediata ou precoce em pacientes com densidade óssea reduzida. Vários métodos são aplicados com intuito de modificar a superfície do implante, como jateamento com areia, corrosão ácida, oxidação anódica, tratamento com flúor, usinagem, pulverização de plasma de titânio e revestimento de fosfato de cálcio; esses métodos podem aumentar notavelmente a área de superfície quando operada a técnica adequadada de modificação, quer por procedimento de adição ou subtração. Tais modificações promovem superfícies rugosas, as quais aumentam a porcentagem de contato osso-implante (BIC)
durante o processo de cicatrização óssea inicial. Os principais benefícios da modificação da superfície são melhorar a molhabilidade (hidrofilicidade), adesão e fixação de células a implantes e proliferação celular. Dentre os tratamentos de superfície de implantes dentários destaca-se o jateamento de areia com granulação grossa e ataque-ácido com HCL/H2SO4 (SLA) em altas temperaturas, o revestimento de superfície do implante com hidroxiapatita, oxidação anódica e o duplo ataque ácido. O objetivo deste trabalho é realizar uma revisão de literatura discutindo a importância e eficácia desses métodos para a osseointegração e, por conseguinte, para a redução do período de tratamento.

Palavras-chave: Osseointegração; Implantes dentários; Superfície; Modificação

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2022-03-09

Edição

Seção

Artigos