https://periodicos.uff.br/mundolivre/issue/feed Mundo Livre: Revista Multidisciplinar 2022-11-04T15:15:42+00:00 Revista Mundo Livre mundolivre.esr@id.uff.br Open Journal Systems <p>Criada em 2015, a Revista Mundo Livre é uma publicação multidisciplinar do Instituto de Ciências da Sociedade e Desenvolvimento Regional (ESR) da Universidade Federal Fluminense (UFF) em Campos dos Goytacazes. Em seu processo editorial, privilegia trabalhos inéditos e originais desenvolvidos por estudantes de graduação e de pós-graduação, professores e profissionais vinculados às áreas das ciências humanas, ciências sociais e ciências sociais aplicadas com ênfase nas áreas de Administração, Ciências Sociais, Contabilidade, Economia, Educação, Geografia, História, Planejamento Urbano e Regional, Psicologia e Serviço Social. O periódico recebe trabalhos em fluxo contínuo de forma <em>on line</em>. Os autores devem tomar ciência e adequar seus trabalhos às normas da revista, descritas na seção <a title="Diretrizes para os Autores" href="https://periodicos.uff.br/index.php/mundolivre/about/submissions#authorGuidelines">Diretrizes para os Autores.</a></p> https://periodicos.uff.br/mundolivre/article/view/56257 Uma trajetória dedicada à pesquisa e ao ensino 2022-10-20T20:06:00+00:00 Rosali Fernandez de Souza rosalifs@gmail.com <p><span style="font-weight: 400;">Rosali Fernandez de Souza é pesquisadora titular do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT), órgão do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI). Em sua trajetória acadêmica, Rosali Fernandez tem uma vasta experiência como pesquisadora e professora no campo da organização e representação do conhecimento, tornando-se referência no ensino e pesquisa sobre classificação no Brasil. A Revista Mundo Livre entrevistou Rosali Fernandez no dia 08 de agosto de 2022, usando uma sala virtual no Google Meet. A pesquisadora foi entrevistada por Amanda dos Santos Coutinho, Pâmela Miranda dos Santos, Thulio Pereira Dias Gomes e Yuri Onishi Banov, todos integrantes da equipe editorial da Revista Mundo Livre. O encontro foi marcado pelo compartilhamento de experiências no ensino e na pesquisa de Rosali e pelo encorajamento aos jovens pesquisadores.</span></p> 2022-11-04T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Rosali Fernandez de Souza https://periodicos.uff.br/mundolivre/article/view/56252 A multidisciplinaridade na Revista Mundo Livre 2022-10-20T15:30:31+00:00 Cecília Souza Oliveira ceciliasouzaoliveira@id.uff.br Mariele Troiano troianomariele@id.uff.br Thulio Pereira Dias Gomes thuliogomes@gmail.com <p>Editorial do volume 8, número 1.</p> 2022-11-04T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Cecília Souza Oliveira, Mariele Troiano, Thulio Pereira Dias Gomes https://periodicos.uff.br/mundolivre/article/view/56258 Primípara 2022-10-20T20:17:16+00:00 Maria Clara Montalvão mclmoliveira@hotmail.com <p><span style="font-weight: 400;">Primípara quer dizer um bicho na primeira gestação, assim como este conjunto de poemas escritos por Maria Clara Montalvão. A autora conta que os poemas foram produzidos em oficinas de escrita, que foram momentos de exercício coletivo de recursos da poesia contemporânea. Os poemas de </span><em><span style="font-weight: 400;">Primípara</span></em><span style="font-weight: 400;"> têm aroma de arruda, alecrim e canela que suscitam imagens de tecnologias, corpos, casas e bichos em cenas domésticas e urbanas.</span></p> 2022-11-04T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Maria Clara Montalvão https://periodicos.uff.br/mundolivre/article/view/56254 Economia e desenvolvimento 2022-10-20T18:35:14+00:00 Vanuza da Silva Pereira Ney vanuzasilva@id.uff.br Vladimir Faria dos Santos vladimirsantos@id.uff.br Samuel Alex Coelho Campos samuelcampos@id.uff.br <p class="p1">Economia e Desenvolvimento é o tema do dossiê coordenado pelos professores Vanuza da Silva Pereira Ney, Vladimir Faria dos Santos e Samuel Alex Coelho Campos, do Núcleo de Estudos de Economia Aplicada (NEEA), da Universidade Federal Fluminense (UFF) em Campos dos Goytacazes. O dossiê temático reuniu estudos regionais e análises setoriais que foram ordenados em escala regional, do local ao nacional. Os seis artigos do dossiê temático trazem análises dos municípios fluminenses de Campos dos Goytacazes e de São Francisco de Itabapoana, além de estudos sobre os estados do Rio de Janeiro e de São Paulo, bem como uma análise macroeconômica da economia brasileira.</p> 2022-11-04T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Vanuza da Silva Pereira Ney, Vladimir Faria dos Santos, Samuel Alex Coelho Campos https://periodicos.uff.br/mundolivre/article/view/53919 Sobre mecanismos de divulgação públicos e o fomento à agricultura familiar 2022-05-09T18:37:10+00:00 Ivan Souza de Abreu ivansouzadeabreu@gmail.com Edson Terra Azevedo Filho edsonterrafilho@gmail.com <p>O presente artigo possui como objetivo central apresentar um comparativo entre dados que versam a respeito das políticas públicas de desenvolvimento rural em Campos dos Goytacazes presentes em duas fontes distintas: o Cadastro do Produtor Rural e o Portal Oficial da Prefeitura Municipal de Campos dos Goytacazes. A primeira consiste em uma base de dados elaborada a partir de uma parceria entre a prefeitura local e a Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (esta por meio de um projeto de extensão), apresentando informações detalhadas sobre 4.063 agricultores familiares estabelecidos na localidade. Tal base - que possui caráter de censo - foi desenvolvida entre 2011 e 2015, tendo sido revisada nos anos de 2017 e 2018. &nbsp;Em paralelo, as informações coletadas no site oficial da prefeitura correspondem ao período entre 2010 e 2020. Partindo disso, as políticas públicas verificadas foram: Feira da Roça, Mais Leite, Mais Frango, Defesa Sanitária e Patrulha Rural. Os resultados obtidos a partir do comparativo indicam que há contraste entre as informações presentes. Sendo assim, não tendo a possibilidade de indicar a interferência política nos resultados, um campo de estudo sobre o tema surge a partir das conclusões deste trabalho.</p> 2022-11-04T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Ivan Souza de Abreu, Edson Terra Azevedo Filho https://periodicos.uff.br/mundolivre/article/view/54084 Análise da gestão de recursos públicos no município de São Francisco de Itabapoana entre os anos de 2013 e 2020 2022-06-04T15:33:46+00:00 Hiata Anderson Carvalho de Moura Preto hiata_carvalho@id.uff.br Tatiana Acar tatiana_acar@id.uff.br Alan Figueiredo de Aredes alanaredes@id.uff.br Vanuza da Silva Pereira Ney vanuzasilva@id.uff.br <p><span style="font-weight: 400;">A Lei de Responsabilidade Fiscal, criada no ano de 2000, tem como sua principal característica estabelecer o equilíbrio das contas públicas. Tal lei funciona como um código de conduta para os gestores de todas as esferas de governo, onde estes devem administrar as finanças públicas de maneira transparente e equilibrada. Diante disso, o presente estudo tem como objetivo analisar a trajetória da gestão fiscal do município de São Francisco de Itabapoana, situado na região Norte Fluminense do estado do Rio de Janeiro, entre os anos de 2013 e 2020. Ao utilizar indicadores de gestão disponibilizados pelo site da Firjan e dados orçamentários, com foco na receita e despesas do município de São Francisco de Itabapoana, os resultados apontam que a situação fiscal do município é difícil ou crítica, seguindo o Índice de Gestão Fiscal da Firjan. O estudo é de grande importância, uma vez que se espera que o bom gerenciamento das contas públicas impacta diretamente no bem-estar da comunidade.</span></p> 2022-11-04T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Hiata Anderson Carvalho de Moura Preto, Tatiana Acar, Alan Figueiredo de Aredes, Vanuza da Silva Pereira Ney https://periodicos.uff.br/mundolivre/article/view/53606 Comportamento do emprego formal no setor petrolífero do estado do Rio de Janeiro 2022-03-23T08:23:33+00:00 Vladimir Faria dos Santos vladimirsantos@id.uff.br Fabiana da Silva Maia biamaia_sf@hotmail.com Rita de Cassia Souza Paz ritapaz@id.uff.br <p><span style="font-weight: 400;">Objetivou-se neste trabalho, investigar o comportamento do emprego formal no setor petrolífero do estado do Rio de Janeiro no período de 2005 a 2019, que foi dividido em dois subperíodos: 2005 a 2014 e 2014 a 2019. Utilizou-se como modelo analítico o método diferencial-estrutural (método </span><em><span style="font-weight: 400;">shift-share</span></em><span style="font-weight: 400;">). Os resultados mostraram, no primeiro subperíodo, que o setor de petróleo é extremamente importante na geração de empregos nos municípios produtores de petróleo, onde se destacam Macaé e Rio das Ostras. Nestes municípios, o emprego no setor de petróleo cresceu a uma taxa bem acima da média estadual. No segundo subperíodo, verificou-se que o desemprego no setor de petróleo e no Estado como um todo apresentou forte crescimento. De acordo com o método </span><em><span style="font-weight: 400;">shift-share</span></em><span style="font-weight: 400;">, em todos os municípios considerados, a atividade petrolífera perdeu dinamismo.</span></p> 2022-11-04T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Vladimir Faria dos Santos, Fabiana da Silva Maia, Rita de Cassia Souza Paz https://periodicos.uff.br/mundolivre/article/view/53834 Comércio por vias internas 2022-06-20T22:11:34+00:00 Henrique Cavalieri henrique.cavalieri@gmail.com Lia Hasenclever lia@ie.ufrj.br <p><span style="font-weight: 400;">O presente artigo tem por objetivo contribuir para a análise do padrão de desenvolvimento fluminense por meio da apresentação das características dos fluxos de comércio por vias internas estabelecidos com origem e destino no estado do Rio de Janeiro (ERJ), ou seja, as compras e vendas do estado fluminense com o resto do país, no período de 2003 a 2013. A caracterização desses fluxos comerciais é feita utilizando-se uma classificação de intensidade tecnológica que são, posteriormente, comparados à estrutura da pauta de comércio exterior do ERJ, destacando-se as categorias de produtos que são relativamente mais importantes em cada tipo de comércio. Conclui-se que o ERJ busca proporcionalmente mais suprir-se de bens intensivos em tecnologia nos mercados externos, enquanto aqueles bens de tecnologias mais difundidas podem ser mais eficientemente fornecidos internamente. Além disso, o ERJ depende proporcionalmente mais de bens de capital e produtos de média e alta tecnologia importados do que aqueles fornecidos internamente, o que pode representar uma situação de dependência produtiva e de vulnerabilidade externa e entraves ao seu desenvolvimento.</span></p> 2022-11-04T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Henrique Cavalieri, Lia Hasenclever https://periodicos.uff.br/mundolivre/article/view/53918 Desenvolvimento econômico do estado de São Paulo 2022-04-09T18:19:26+00:00 Nathália Gonçalves Zaparolli ngzapa@hotmail.com <p><span style="font-weight: 400;">O presente artigo busca comparar a acumulação de capital do estado de São Paulo em relação à redução da renda do trabalhador, no contexto neoliberal. Assim, as políticas neoliberais serão discutidas, como também entender a escolha do estado de São Paulo como objeto de estudo. Os dados para análise, capital </span><em><span style="font-weight: 400;">versus</span></em><span style="font-weight: 400;"> renda, serão o levantamento do Produto Interno Bruto (PIB), PIB </span><em><span style="font-weight: 400;">per capita</span></em><span style="font-weight: 400;">, Salário Mínimo (SM) e Rendimento Médio do Total dos Empregos Formais (RMTEF), no período de 2003 a 2015, extraídos da plataforma da Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (SEADE). A análise é por meio do método qualitativo, estudo de caso, os dados coletados e interpretados analiticamente, com base no quadro teórico abordado, nas categorias de desenvolvimento econômico, distribuição de renda, desenvolvimento social. Resulta-se aos contrapontos entre desenvolvimento social e desenvolvimento econômico na dinâmica neoliberal, com acumulação de capital proveniente das políticas econômicas e atuação do mercado no estado de São Paulo, mas não repercute em condições de vida melhores para os trabalhadores. Conclui-se que o estado possui sua grandeza, ao passo que carrega consigo o espectro da pobreza.</span></p> 2022-11-04T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Nathália Gonçalves Zaparolli https://periodicos.uff.br/mundolivre/article/view/53395 Efeitos de políticas fiscais no crescimento econômico brasileiro 2022-03-28T11:21:27+00:00 Luiz Felipe Marvila de Vasconcellos felipe_marvila@hotmail.com Alan Figueiredo Aredes aredess@yahoo.com.br <p><span style="font-weight: 400;">O objetivo deste artigo consiste em compreender os efeitos das decisões de políticas fiscais no crescimento da economia brasileira entre os anos de 2000 e 2010. Para isso, utilizou-se o modelo de crescimento de Solow-Swan na linguagem de Dinâmica de Sistemas, permitindo assim compreender e mensurar os impactos das ações dos agentes econômicos no crescimento de uma nação-estado. A elaboração deste artigo foi organizada em cinco seções: a primeira seção faz uma alusão introdutória ao tema expondo o objetivo deste artigo e a hipótese testada, a segunda seção elabora-se um marco teórico com base estudos publicados em periódicos, a terceira</span> <span style="font-weight: 400;">seção compreende a elaboração do modelo em dinâmica de sistemas, a quarta seção</span> <span style="font-weight: 400;">compreende aos resultados e a quinta trata-se das considerações finais do estudo. Por meio desta pesquisa, pode-se considerar que os resultados apresentados pela ferramenta foram consistentes comparados aos dados reais, bem como pode-se também revelar que as decisões de políticas fiscais interferiram diretamente no crescimento econômico de longo prazo, reduzindo a taxa média de crescimento econômico no caso de políticas deficitárias e ampliando quando se tratou de políticas fiscais superavitárias.</span></p> 2022-11-04T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Luiz Felipe Marvila de Vasconcellos, Alan Figueiredo Aredes https://periodicos.uff.br/mundolivre/article/view/54643 Identidade e mobilidade judaica nos Estados Unidos do século XIX 2022-05-24T15:40:10+00:00 Filipe Peixoto Neves filipeneves72@gmail.com <p>Resenha sobre o livro "Jews on the Frontier: Religion and Mobility in Nineteenth-Century America" numa perspectiva da história dos Estados Unidos da América.</p> 2022-11-04T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Filipe Peixoto Neves https://periodicos.uff.br/mundolivre/article/view/54074 Perfil dos participantes e avaliação do cumprimento de metas do Programa “Trilha Jovem Iguassu” 2022-06-18T13:20:13+00:00 Marcos de Oliveira Garcias marcos.o.garcias@gmail.com Vitor Hugo Tavares da Silva vitor.htavares.silva@gmail.com Petterson Eduardo Souza Gherlandi petterson@poloiguassu.org Carla Andrea Contreras Contreras carlaandreacontreras12@gmail.com <p><span style="font-weight: 400;">O objeto de análise deste trabalho é o programa de qualificação profissional Trilha Jovem Iguassu, realizado no município de Foz do Iguaçu – PR. O programa tem como enfoque capacitar jovens em condição de vulnerabilidade para o mercado de trabalho no setor de turismo da região. Buscou-se identificar qual o perfil dos jovens que ingressam no projeto e se o programa alcançou, em suas últimas cinco edições (2015-2019), os objetivos definidos por sua organização. Para tal, fez-se uso de método estatístico descritivo com base em dados fornecidos pela equipe realizadora do projeto. Observou-se que a maioria dos jovens atendidos são mulheres, com idade entre 16 e 18 anos, e cujas famílias possuem renda abaixo da média. Também se constata que o projeto é bem sucedido em cumprir dois dos três objetivos específicos previamente definidos, mostrando-se eficaz em atender a jovens em situação de vulnerabilidade e auxiliar em sua inserção no mercado de trabalho.</span></p> 2022-11-04T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Marcos de Oliveira Garcias, Vitor Hugo Tavares da Silva, Petterson Eduardo Souza Gherlandi, Carla Andrea Contreras Contreras https://periodicos.uff.br/mundolivre/article/view/54306 Apontamentos sobre a preparação mental e a meditação no futebol 2022-05-16T13:50:48+00:00 Marcelo Roberto Andrade Augusti marceloaugusti@bol.com.br <p><span style="font-weight: 400;">No futebol de alto rendimento, no contexto da preparação mental, a meditação começa a ganhar adeptos como um dos fatores primordiais para o sucesso profissional. A meditação pode ser descrita como uma técnica direcionada para o desenvolvimento mental e associada ao </span><span style="font-weight: 400;">bem-estar psicológico e emocional. A prática da meditação desenvolve a concentração, a percepção e a atenção, promovendo a excelência dos gestos esportivos e também servindo como proteção às tensões emocionais vividas dentro e fora do campo de jogo, favorecendo o surgimento de um estado mental de permanente confiança e tranquilidade. O artigo aponta os principais benefícios da preparação mental no futebol e, principalmente, da prática da meditação, não apenas no contexto da competição esportiva, mas, também, como base para o desenvolvimento pessoal.</span></p> 2022-11-04T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Marcelo Roberto Andrade Augusti https://periodicos.uff.br/mundolivre/article/view/54401 Oficina de educação alimentar e nutricional na universidade para terceira idade 2022-06-25T13:28:17+00:00 Gizela Pedroso Junqueira gizelajunqueira@gmail.com Larissa Leandro da Cruz larissa.leandrocruz@gmail.com Cristina Gomes de Souza Vale e Souza cristinagsvale@gmail.com <p><span style="font-weight: 400;">Observa-se o aumento da população idosa no Brasil, que deve ultrapassar a população jovem a partir de 2050. Todavia, o envelhecimento nem sempre vem aliado a uma qualidade de vida adequada, pois há carências nas áreas da saúde, social e psicológica. Diante dos desafios relacionados à mudança na estrutura etária, a educação alimentar e nutricional objetiva fomentar o desenvolvimento de práticas alimentares saudáveis, que considerem as particularidades dos diferentes grupos populacionais. O objetivo foi relatar a experiência de uma oficina de educação alimentar e nutricional na Universidade para Terceira Idade (UNITI), que é um programa de ensino, pesquisa e extensão vinculado à Universidade Federal Fluminense (UFF) em Campos dos Goytacazes. A amostra foi constituída por 13 mulheres com idade entre 56 e 82 anos, participantes da Oficina Sabores e Saberes. A partir das observações realizadas ao longo dos encontros, foi possível constatar que a troca de experiências e o resgate de histórias relacionadas aos hábitos alimentares se constituíram como estratégias de educação alimentar e nutricional para essas mulheres. A oficina contribuiu para conscientizar essa população sobre os benefícios de uma alimentação saudável para os desafios decorrentes do envelhecimento e para motivá-la a multiplicar os ensinamentos e práticas apreendidos durante a oficina.</span></p> 2022-11-04T00:00:00+00:00 Copyright (c) 2022 Gizela Pedroso Junqueira, Larissa Leandro da Cruz, Cristina Gomes de Souza Vale e Souza