Comportamento ingestivo de vacas mestiças alimentadas com dietas à base de diferentes volumosos

Susi Cristina dos Santos Guimarães Martins, Vicente Ribeiro Rocha Junior, Luciana Albuquerque Caldeira, Isabella Coutinho Barros, Geanderson Walder Vieira da Silva, Maria Dulcineia da Costa, Malber Nathan Nobre de Palma, André Santos de Souza

Resumo


Objetivou-se avaliar o comportamento ingestivo de vacas mestiças em lactação submetidas a dietas, formuladas para um mesmo

nível de produção de leite, com diferentes volumosos (cana-de-açúcar, silagem de sorgo, silagem de girassol e pasto de capimtanzânia).

Foram utilizados dois quadrados latinos 4 x 4, cada um composto de quatro animais, quatro dietas e quatro períodos

experimentais. As vacas foram submetidas à observação visual para avaliação do comportamento ingestivo. O maior tempo de

alimentação foi para a dieta com pasto e o menor tempo de ruminação e maior tempo de ócio para a dieta com silagem de girassol.

O tempo despendido para o consumo de matéria seca foi maior para a dieta com pasto de capim-tanzânia e para o consumo de

fibra em detergente neutro foi menor para a dieta com silagem de sorgo. A eficiência de alimentação da matéria seca foi pior para

a dieta com pasto de capim-tanzânia. Entretanto, para eficiência de alimentação da FDN, as dietas com pasto de capim-tanzânia

e silagem de sorgo mostraram-se superiores. As dietas com silagem de girassol e cana proporcionaram maior eficiência de

alimentação da matéria seca e menor eficiência da alimentação e ruminação da FDN. Dietas com diferentes volumosos alteraram

o comportamento ingestivo de vacas mestiças em lactação.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Ciência Veterinária - RBCV