Composição racial, adaptação ao ambiente criatório e eficiência técnica dos rebanhos leiteiros de Itaperuna-RJ

Luiz Carlos Nolasco Barreto, Ângela Maria Quintão Lana, Ademir Morais Ferreira, Rômulo Cerqueira Leite, Romário Cerqueira Leite

Resumo


Neste trabalho avaliou-se a composição genética de 110 rebanhos, a frequência dos produtores nos estratos com relação às

informações recebidas sobre produção de leite e as origens dessas informações, o uso da inseminação artificial como ferramenta

no melhoramento genético dos rebanhos e a adaptação dos animais às condições do ambiente criatório. Além disso, avaliou-se a

taxa de lotação (UA/ha), o percentual de vacas no rebanho e de vacas em lactação e o número de vacas em lactação por hectare.

Observou-se que é clara a posição dos produtores em manter animais mais adaptados ao ambiente criatório, utilizando como

critério único de seleção a rusticidade, sem considerar a capacidade de produção dos animais. Constatou-se ainda uma baixa

frequência de visitas técnicas às propriedades e que é pequeno, praticamente ausente, o uso da inseminação artificial na região,

além de uma eficiência técnica inadequada a uma exploração leiteira atrativa.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Ciência Veterinária - RBCV