Parâmetros qualitativos do sêmen de jundiá (Rhamdia quelen) no inverno e na primavera

Frederico Aécio Carvalho Soares, Danilo Pedro Streit Jr, André Ricardo Ebert, Ivanir José Coldebella, Eneder Rosana Oberst

Resumo


O presente estudo foi realizado com o objetivo de avaliar parâmetros qualitativos do sêmen de jundiá (Rhmadia quelen) emduas estações do ano, inverno e primavera. As amostras de sêmen foram coletadas de dezoito animais por método deextrusão nos meses de julho e novembro, sendo submetidas à análise de motilidade, vigor, concentração e morfologiaespermáticos. Na análise de morfologia espermática, as células foram classificadas em normais, com defeito primário oudefeito secundário, além de a cabeça do espermatozoide ser classificada como alongada ou arredondada. Em julho,apenas 13 animais liberaram sêmen e, em novembro, todos os animais responderam positivamente à extrusão. Não houvediferença (P>0,10) entre as duas coletas para as variáveis: concentração, espermatozoides normais, defeitos secundáriose formato de cabeça. Para as variáveis defeitos primários, motilidade e vigor espermáticos, os resultados foram melhoresna primavera (P<0,10). Os resultados mostram uma tendência à melhor qualidade do sêmen na primavera, porém foipossível se obter sêmen com qualidade também no inverno.

Palavras-chave


piscicultura, variações sazonais, sêmen, espermatozoides

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Ciência Veterinária - RBCV