Efeito da somatotropina recombinante bovina (rbST) sobre os níveis de marcadores metabólicos de touros semiconfinados das raças Aberdeen Angus e Brangus

Marcelo Brandi Vieira, Vinícius Coitinho Tabeleão, Elizabeth Schwegler, Maikel Alan Goulart, Viviane Rohrig Rabassa, Augusto Schneider, Francisco Augusto Burket del Pino, Víctor Fernando Buttow Roll, Carlos Eduardo Wayne Nogueira, Marcio Nunes Corrêa

Resumo


O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito da somatotropina recombinante bovina (rbST) sobre os marcadores do metabolismoenergético, proteico, mineral e hepático de touros mantidos em semiconfinamento. Foram utilizados 20 touros de raçasAberdeen Angus e Brangus, sendo divididos aleatoriamente em dois grupos (Placebo e rbST), para que no Placebo fosseadministrado via subcutânea duas doses de NaCl, 0,9% e no rbST fosse administrado o rbST (Lactotropin®). Foram realizadascinco coletas de sangue, com intervalo de 14 dias, para avaliação da concentração de triacilgliceróis e colesterol comomarcadores energéticos, ureia, como indicador proteico, fosfatase alcalina e fósforo como marcadores minerais e asenzimas aspartato aminotransferase (AST) e a gama glutamiltransferase (GGT) como indicadoras da função hepática. Aaplicação de rbST não influenciou os marcadores energéticos, minerais, e proteico, exceto a enzima hepática GGT (P<0,05).Estes resultados indicam que a utilização do rbST em touros não alterou o metabolismo, pois os parâmetros avaliadosmantiveram-se dentro dos padrões considerados fisiológicos para a espécie.

Palavras-chave


metabolismo, touros, somatotropina recombinante bovina

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Ciência Veterinária - RBCV