Levantamento de anticorpos anti-bartonella henselae em felinos domiciliados na cidade de São Paulo, estado de São Paulo e sua importância em saúde pública

Valéria de Souza Loureiro, Mitika Hagiwara

Resumo


A Doença da Arranhadura do Gato (DAG) é uma zoonose transmitida pelos gatos que caracteriza-se por linfoadenopatiaregional acompanhada por febre, anorexia e perda de peso. Em pacientes imunodeprimidos, como os aidéticos, o quadroevolui para outras formas, desde encefalopatias até para a Angiomatose e a Peliose Bacilares, de evolução fatal. Os felídeos,principalmente os gatos domésticos, são o reservatório do agente, a Bartonella henselae, restando confirmar a idade na qualeles estão mais aptos a transmitir a doença. Foram analisados 200 soros de felinos na cidade de São Paulo, estado de SãoPaulo, no período de janeiro de 1996 até dezembro de 1997 através da técnica da imunofluorescência indireta. A metade delesera saudável e a outra metade era composta por animais atendidos no Ambulatório do Hospital Veterinário da Universidade deSão Paulo. Os animais foram divididos em 4 grupos baseados em sua faixa etária: animais de até 6 meses de idade, entre 7e 12 meses, animais de mais de 1 ano até 2 anos e outros com mais de 2 anos. O objetivo foi avaliar a presença de anticorposIgG anti-B henselae nos quatro grupos de animais, bem como o encontro desses anticorpos e o sexo ou o estado de higidezdos felinos. Foi encontrada soropositividade de 16% para B. henselae e observou-se que o maior número de animaisreagentes se encontrava na faixa etária de 7 a 12 meses, e que não houve diferença entre a soropositividade e os sexos, ouentre os animais hígidos ou doentes. Concluiu-se, assim, que a infecção nos felinos se dá nas faixas etárias mais jovens como desenvolvimento de anticorpos humorais, que diminuem conforme a idade dos animais.

Palavras-chave


Bartonella henselae, imunofluorescência indireta, felinos

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Ciência Veterinária - RBCV