Componentes do peso vivo em cordeiros inteiros ou submetidos a diferentes métodos de castração

Edson Luis de Azambuja Ribeiro, Leandro das Dores Ferreira da Silva, Ivone Yurika Mizubuti, Marco Antônio da Rocha

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar os componentes do peso vivo em cordeiros inteiros ou submetidos à castração por torquêsburdizzo, anel de borracha ou faca, e abatidos aos 30kg de peso vivo. A castração foi realizada com a idade média de 58 diase o desmame aos 84 dias, quando os cordeiros foram confinados em baias coletivas. Os animais utilizados pertenciam a trêsgrupos genéticos, mestiços Hampshire Down x Corriedale, Ile de France x Corriedale e Suffolk x Corriedale. Não houveinteração (P>0,05) entre tratamento e grupo genético. Não houve diferença no peso e na percentagem de carcaça quente entrecordeiros inteiros ou castrados pelos diferentes métodos de castração, e entre os diferentes grupos genéticos. Para osdemais componentes do peso vivo houve diferença entre tratamentos apenas para o peso e percentagem do fígado, onde osanimais inteiros apresentaram os maiores valores. Em relação ao grupo genético, observou-se que os cordeiros mestiçosSuffolk apresentaram os maiores pesos e percentagens de rins, fígado, baço e trato digestivo, e os Ile de France as menorespercentagens de pulmão e traquéia, podendo-se concluir que, quando os animais são abatidos com peso de 30kg, não hádiferenças quantitativas importantes nos componentes do peso vivo entre cordeiros inteiros ou castrados por diferentesmétodos; porém, podem ocorrer diferenças nos componentes do peso vivo entre os diferentes grupos genéticos.

Palavras-chave


carcaça, carneiros, castrados, peso, ovinos

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Ciência Veterinária - RBCV