Aspectos histopatológicos da hiperplasia prostática benigna em cães

Renée Laufer Amorim, Enio Pedone Bandarra, Veridiana Maria Brianezi Dignani de Moura, Giovana Wingeter di Santis

Resumo


O presente estudo consistiu da avaliação histológica de 75 próstatas de cães com idade entre cinco e 15 anos, sendo 41destas provenientes de material de arquivo e 34 coletadas em necrópsias. Entre as glândulas estudadas, 81,3% apresentaramhiperplasia, sendo a estromal a de maior freqüência (31,1%). A associação deste tipo de hiperplasia com atrofia glandulare infiltrado inflamatório se fez presente em cinco animais (26,3%). A ocorrência concomitante de mais de um tipo de hiperplasiafoi observada em 42,6% dos casos. Animais com hiperplasia epitelial papilífera apresentaram a menor média de idade (7,1anos) entre os tipos histológicos avaliados, enquanto a maior (11,6 anos) foi encontrada em animais com hiperplasia epitelialpapilífera e cística concomitante. Os resultados obtidos enfatizam a alta incidência de hiperplasia prostática em cães adultose idosos, bem como o predomínio do tipo estromal.

Palavras-chave


hiperplasia prostática benigna, cães, histopatologia

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Ciência Veterinária - RBCV