Aspectos histopatológicos da reação inflamatória em bovinos parasitados por larvas (L3) de Dermatobia hominis (Linnaeus Jr., 1781)

Simone Benghi Pinto, Vanete Thomaz Soccol, Evelyne Polack, João Caetano Fortes, Herculano dos Reis Filho, Milton Rönnau

Resumo


O presente trabalho foi desenvolvido nos Laboratórios de Citologia e Histologia da UFPR, durante o período de setembro de1999 a agosto de 2000. O objetivo do trabalho foi avaliar, por meio da histologia, a reação inflamatória em biópsias de pele debovinos parasitados por larvas (L3) de Dermatobia hominis (Linnaeus Jr., 1781). A presença da larva (L3) de D. hominis na peledos bovinos gerou um processo inflamatório crônico, caracterizado por infiltração de células mononucleares (que incluíammacrófagos, linfócitos, plasmócitos) e células epiteliais resultantes da destruição tecidual e fibrose. As amostras das lesõescutâneas continham, na derme profunda e subcútis, extensas áreas de cavitação revestida por abundante número de neutrófilosdegenerados e tecido de granulação densamente infiltrado por linfócitos, plasmócitos, macrófagos.

Palavras-chave


Dermatobia hominis, larva, bovino, histopatologia, inflamação

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Ciência Veterinária - RBCV