Concentrações séricas de uréia, creatinina, sódio, potássio e cálcio em eqüinos das raças Pantaneira e Árabe submetidos a esforço físico de longa duração no estado de Mato Grosso (cavalgada) – Brasil

Edivaldo Aparecido Nunes Martins, José Antônio Silva Ribas, Ademir Germinaro, Wilson Roberto Fernandes, Marcelo Diniz Santos, Lúcio Carvalho, Lázaro Manoel de Camargo

Resumo


Estudaram-se as alterações nas concentrações séricas de uréia, creatinina, sódio, potássio e cálcio de eqüinos das raçasPantaneira e Árabe, durante dois dias de cavalgada no município de Chapada dos Guimarães, Mato Grosso - Brasil. Dozeeqüinos foram divididos em dois grupos de acordo com a caracterização racial. Grupo I: seis animais da raça Pantaneira, eGrupo II: seis animais da raça Árabe. As amostras de sangue para avaliação dos parâmetros séricos foram colhidas em quatrotempos distintos: (T1) minutos antes do início da cavalgada e (T2) imediatamente ao término da cavalgada no primeiro dia,(T3) minutos antes da cavalgada no segundo dia, e (T4) imediatamente ao término da cavalgada no segundo dia. Foramverificadas alterações (P<0,05) de todos os constituintes analisados, porém, as mesmas ocorreram em diferentes tempos decoleta para cada constituinte. Na análise dos valores pré-cavalgada (T1) e pós-cavalgada (T4) o cálcio e potássio permaneceraminalterados (P>0,05), o sódio diminuiu, a uréia e a creatinina aumentaram (P<0,05) durante o período. Estes resultadosforam observados de forma semelhante nos dois grupos raciais estudados.

Palavras-chave


cavalo pantaneiro, eqüinos, bioquímica sérica, cavalgada

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista Brasileira de Ciência Veterinária - RBCV